É possível conciliar dois empregos ?

É possível conciliar dois empregos ?

Atualizado: Quarta-feira, 30 Janeiro de 2008 as 12

Acorda cedo para ir trabalhar. Após algumas horas de atividade profissional em uma empresa, corre para outro emprego e lá se vão mais algumas horas trabalhando. Chega em casa e dorme para começar tudo de novo no dia seguinte. Essa é a rotina de muitos brasileiros, mas lidar com isso sem prejudicar o rendimento e a saúde nem sempre é fácil.

Uma pesquisa da Universidade de Campinas (Unicamp) divulgada ano passado revelou que há 4,2 milhões de brasileiros com dupla ou tripla jornada de trabalho. A procura pelo segundo emprego cresceu 57% nos últimos seis anos, segundo o mesmo levantamento. Um dos motivos para a busca de um segundo ou terceiro emprego é a necessidade de complementação de renda.

Para o diretor-executivo da consultoria RH Novezala, Robert Barbosa, há profissões que facilitam a procura por uma segunda atividade devido à carga horária. É o caso de telemarketing. "Vejo muitas pessoas trabalhando de meia-noite às 6h. Chegam em casa, dormem e pegam de 14h às 20h. Muitas vezes isso não gera problemas, pois há um descanso", afirma. Apesar disso, Robert acredita que de uma forma geral há um desgaste muito grande e essa rotina prejudica a vida da pessoa. "Não falo em relação a free lancer pois, nesse caso, há uma flexibilidade e ainda há possibilidade de se trabalhar de casa", afirma.

Para quem enfrenta o desafio ou pretende investir em dois empregos, Robert aconselha dosar a carga de trabalho com um tempo para si. Desta forma, o rendimento nos dois serviços será melhor.

"A pessoa deve ter um descanso de seis a oito horas. Se não tiver isso, fica muito difícil. Não recarregando as energias, ela vai prejudicar um ou outro trabalho, ou os dois, e ainda a saúde", alerta.

É preciso evitar a estafa e o estresse, o que não é tarefa fácil para quem tem dupla ou tripla jornada de trabalho. "Um momento de lazer só seu é importante. Caminhada, ginástica, filmes... Momentos em que possa se desligar totalmente. Ultimamente, o estresse no trabalho vem causando muitos problemas de saúde como pressão alta, infarto, obesidade, queda de cabelo, além de mau humor", frisa.

As mulheres sofrem mais com esses problemas do que os homens, principalmente quando são casadas e têm filhos. "Quando o homem chega em casa, vai ver jornal, ouvir música, relaxar, enquanto a mulher se preocupa com os afazeres domésticos e com os filhos. Mesmo que ela tenha uma ajudante ou uma mãe que tome conta das crianças, é natural que se preocupe e fique à frente das coisas", explica.

veja também