Problemas psicológicos x Obesidade

Problemas psicológicos x Obesidade

Atualizado: Quinta-feira, 28 Agosto de 2008 as 12

Problemas psicológicos x Obesidade

A obesidade já é reconhecida pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública e atinge cerca de 30% da população adulta. No Brasil, existem cerca de um milhão de obesos mórbidos e este número está crescendo a cada ano. Apesar de ter inúmeras causas, a obesidade, na grande maioria dos casos, está diretamente relacionada às questões psicológicas, como o transtorno obsessivo compulsivo, a depressão e a bipolaridade.

De acordo com a psicóloga Yara Daros, disfunções psicológicas estão diretamente ligadas ao aumento excessivo de peso e, conseqüentemente, à dificuldade de perda desses quilinhos a mais. "Em geral, as pessoas não costumam relacionar o ganho de peso a alterações psicológicas, o que representa um grande erro. O transtorno obsessivo compulsivo, a depressão e a bipolaridade, se tratados, podem ser controlados, evitando o sobrepeso", afirma Yara.

Segundo a psicóloga, no caso do transtorno obsessivo compulsivo, a pessoa cria uma fixação em comer e nada mais em sua volta faz sentido. Já na depressão, o aumento de peso se dá devido ao enorme tempo em que a pessoa fica parada sem aproveitar outros prazeres da vida. E na bipolaridade, a pessoa varia entre a euforia e depressão e, em ambos os casos, tem grandes chances de buscar seguir para o lado da comida. "Essas alterações psicológicas precisam ser controladas e tratadas desde cedo para que as conseqüências não afetem o cotidiano e o bem-estar do corpo e da saúde", ressalta a psicóloga.

veja também