Quando um não quer?

Quando um não quer?

Atualizado: Segunda-feira, 4 Abril de 2011 as 10:38

"Por acaso, duas pessoas viajam juntas, sem terem combinado antes?" Esta é a pergunta que Deus fez através do seu profeta Amós à nação israelita atolado em pecado. Como poderiam andar juntos, o Senhor e Israel, se havia graves divergências entre eles? Deus afirmou que os israelitas eram seus inimigos por causa de suas obras más.

Diante da atitude definitiva do Senhor e, transportando para os dias atuais, faço um questionamento semelhante: Como é possível dois jovens namorarem, noivarem e casarem, se um deles confessa Jesus como seu Salvador pessoal e Senhor absoluto de sua vida e o outro não conhece a Cristo e não tem interesse em comprometer-se com Ele? Não se trata, também, de uma violação à recomendação de Deus em II Coríntios 6: 14-15?: "Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas? Que harmonia entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o crente e o descrente? Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois somos santuário do Deus vivo…" (NVI)

Quantos e quantos jovens têm violado esse princípio e têm sofrido as consequências, justamente porque duas pessoas não podem andar juntas se não houver acordo entre elas! Quantos homens e mulheres têm feito sociedade com  alguém que não conhece a Deus e, por isso, também desconhece os princípios bíblicos! Muitas vezes, as consequências são drásticas, e eles têm de amargar com enormes dificuldades.

Andar com Deus quer dizer concordar com Ele e viver diariamente conforme os conceitos transmitidos na Sua Palavra. Você tem vivido assim?

veja também