Saiba como funciona o transplante de útero

Saiba como funciona o transplante de útero

Atualizado: Sexta-feira, 6 Novembro de 2009 as 12

As mulheres que não podem gerar filho por causa de problemas no útero poderão ter uma solução para esse problema em um futuro próximo. Segundo cientistas do Royal Veterinary College e do Hammersmith Hospital, em Londres, em até dois anos, será possível realizar o primeiro transplante de útero em mulheres.

Os especialistas conseguiram fazer, com sucesso, transplantes de útero em cinco coelhas e afirmam ter descoberto uma maneira de realizar o procedimento e garantir um suprimento de sangue que dure o tempo suficiente para uma gestação. As informações foram divulgadas em uma conferência da Sociedade Americana para Medicina Reprodutiva, em Atlanta, nos EUA.

A equipe do ginecologista Richard Smith pretende agora tentar engravidar as coelhas, por meio de inseminação artificial, para ver como os órgãos vão reagir, antes de a pesquisa ser feita em animais maiores.

"Acho que ainda há certas questões técnicas que precisam ser refinadas, mas acho que acertamos no ponto central de como transplantar com sucesso um tecido que tenha sido propriamente vascularizado", comemora Smith.

Apesar do sucesso da pesquisa, há profissionais que não acreditam que o procedimento realmente será realizado em mulheres. Segundo o presidente da British Fertility Society, Tony Rutherford, há uma grande diferença entre demonstrar a efetividade em um coelho e ser capaz de fazer isso com um animal maior ou com um humano.

"Meu entendimento é que fazer isso com animais maiores tem sido mais difícil. Não acho que seja algo que poderá estar disponível para a prática clínica em alguns anos", afirmou.

Tentativas como essa já foram feitas no passado, sem sucesso. Em 2000, cirurgiões sauditas deram um novo útero a uma mulher de 26 anos, mas o órgão encolheu e acabou inviabilizado. Para Smith, a realidade é diferente hoje, porque a técnica usada pelos cirurgiões sauditas não havia descoberto como conectar devidamente as veias e artérias.

veja também