Salas prontas para o inverno

Salas prontas para o inverno

Atualizado: Segunda-feira, 20 Junho de 2011 as 10:25

Quer aquecer o living? Lance mão de materiais quentes que você, eventualmente, tem no guarda-roupa e aprenda, com os quatro projetos a seguir, como simples mudanças são capazes de elevar a temperatura do seu cantinho.

Temperatura para família

Nossa casa é, muitas vezes, cenário de deliciosas transformações. Antes habitado por um jovem solteiro, este apartamento passou a abrigar um pai de família, sua esposa e o bebê recém-nascido. Para comportar essas mudanças, foi necessário rever todo o projeto de decoração, responsabilidade assumida pela designer de interiores Juliana Schermann. Da decoração anterior, ela preservou as linhas retas dos móveis, os ícones do design como a poltrona Charles Eames, e alguns materiais, como o vidro e o espelho. Em contrapartida, elevou a temperatura, inserindo um aparador de madeira, o tapete de lã, os acessórios dourados e os objetos pessoais, além das almofadas aveludadas e do painel de drywall banhado de azul-petróleo. As cortinas romanas em palha de seda vestiram os janelões de vidro que circundavam toda a sala.

Para massagear os pés e a alma

Chegar em casa, livrar-se das fôrmas dos sapatos e afundar os pés em um tapete felpudo tornou-se um ritual prazeroso para a advogada que vive ali, desde que saiu da casa dos pais para morar neste apartamento, moldado com exclusividade pela arquiteta Kika Tiengo. O clima de aconchego propaga-se pelo sofá e pelas almofadas em veludo e chega até mesmo a brincar com os sentidos, quando se aproxima do papel de parede que simula tecido. Diante da cartela de cores, o desejo por conforto ditou a escolha pelo bege que compõe a base da decoração e pelos tons berinjela e rosa, que pontuam os acessórios. Até mesmo o projeto luminotécnico foi pensado para aquecer. “Por se tratar de um imóvel alugado, recorri à sanca de gesso, que exige poucas intervenções, para embutir a fiação e criar uma iluminação periférica”, ensina a arquiteta. Por fim, as persianas em rolô permitiram a visão integral da vista: um refúgio do qual a moradora não abre mão.

Sessão relax ao redor do fogo

As lareiras são também mágicas pela atração que exercem. Por isso, todo o projeto, desenvolvido pelas arquitetas Tania Leite e Tatiana Batistus, reverenciou este elemento. “Dentro do living de 40 m², fizemos este cantinho especial, de 10 m², para os moradores curtirem os dias de inverno”, diz Tania. Revestida por espelho, a peça ampliou o ambiente, enquanto a marcenaria em laca preta criou a impressão de maior profundidade. Para complementar o cenário sofisticado, as arquitetas inseriram peças delicadas e que se harmonizam entre si, como a mesa lateral, os abajures, o baú, a bandeja em madrepérola, os vasos, as velas e a cortina em seda rústica. Detalhes que produziram a atmosfera ideal para o casal de advogados se renovarem da rotina exaustiva, enquanto namoram e conversam sobre amenidades, nos encontros ao pé da lareira a lenha.

Para alegrar e esquentar

Apreciador de arte, o executivo proprietário deste apê viaja com frequência para praticar esportes de aventura. Por isso, quando decidiu fazer do apartamento provisório sua morada definitiva, convidou as arquitetas Adriana Yazbek e Joana Elito para imprimirem seu estilo pessoal na decoração. “Sugerimos um ambiente alegre e, ao mesmo tempo, aconchegante”, conta Adriana. A solução foi pintar as paredes da sala de jantar de bordô para criar um suporte colorido, de onde partiu o restante da composição. Além das luminárias dispostas sobre o piso, o aparador e a mesa de jantar; pendentes, abajures e spots reforçam a intenção de propor uma iluminação difusa, acolhedora, com múltiplas possibilidades. Vale ressaltar que toda a marcenaria foi desenhada com exclusividade pelas arquitetas, assim como o revisteiro e o cubo de vidro.

veja também