São as diferenças que fazem a diferença

São as diferenças que fazem a diferença

Atualizado: Quarta-feira, 18 Novembro de 2009 as 12

Quem diz que a Bíblia não fala de amor é porque nunca se interessou em conhecer a personalidade de Deus. O Senhor dos Exércitos é um Deus de amor, e criou homem e a mulher com riquezas de detalhes e traços de personalidades muito semelhantes à Dele.

No livro de Gênesis 1:27 está escrito: "Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou." Observe que o Pai fez questão de dar ao ser humano a Sua semelhança; queria que tanto homem, quanto mulher se parecesse com Ele. E o mais importante, que tivesse a Sua dignidade.

Da mesma forma que a Trindade Santa é uma só, mas cada pessoa da Trindade tem o seu respectivo papel no mundo espiritual, assim também é com o homem e a mulher. Essa igualdade e diferença simultâneas é que permite a eles uma intimidade sem perda de identidade e uma aproximação, com direito a um espaço psicossocial e espiritual para crescer.

Deus deu igualdade para ambos em imagem e semelhança, em domínio sobre a Terra e em mútua satisfação e gozo.

Por outro lado, se a igualdade lhes permite relação, co-participação e aceitação, as diferenças permitem crescimento e individuação.

Quando uma pessoa dá liberdade a Deus para que Ele escolha alguém para a sua vida, certamente será um(a) felizardo(a), pois somente Deus conhece profundamente o interior de cada ser humano: seus pensamentos, personalidade e caráter. As diferenças é que fazem a diferença. Por: Nilbe Shlishia

veja também