Separados pelo casamento! Será que existe restauração?

Separados pelo casamento! Será que existe restauração?

Atualizado: Sexta-feira, 1 Junho de 2012 as 1:27

Conhecer alguém, fazer amizade, namorar, amadurecer, noivar e finalmente, casar! Este seria o processo perfeito! Praticamente, um conto de fadas, não é mesmo?

Entretanto, existem outras situações que unem duas pessoas em um matrimônio: uma gravidez indesejada, escapismo, dinheiro, atração sexual, medo da solidão, pressão familiar, ansiedade e desespero. 

Como se a paixão pudesse superar todas as coisa! Ainda que seu casamento tenha começado da forma “ideal”, não significa que não haverá divergências; assim como se o seu casamento não começou com a motivação correta, não quer dizer que ele está fadado ao fracasso. Deus pode transformar maldição em bênção, mas temos que aprender a orar e vigiar.  

Separados pelo casamento! 

Atualmente, algumas pessoas preferem casar, mas morar em residências diferentes, ou “se ajuntar” para ver se dá certo! Compromisso e aliança são duas palavras praticamente extintas na sociedade contemporânea.

Medo de compromisso ou medo de sofrer? 

Após a grande cerimônia e a tão sonhada lua de mel, começa o processo de adaptação, ou seja, a vida real. Na convivência, aparecem novos defeitos e algumas divergências surgem. Mantendo um bom dialogo e o equilíbrio, é possível superar todas as diferenças. Entretanto, existem casais que não conseguem encontrar um denominador comum e por falta de sabedoria acabam desistindo e aderindo ao divórcio. 

Separados pelo casamento? Com assim? É querido internauta, isso não ocorre somente no filme. É algo “paradoxal”, mas extremamente comum. Afinal de contas, ninguém casa para dar errado!  

Esta separação é algo processual! Ocorre quando as crises começam a desgastar o relacionamento matando lentamente o respeito, carinho, o amor, os momentos de oração, os cuidados pessoais, a vontade de viajar, sair, namorar, o zelo pela casa e os planos para o futuro. A convivência se torna uma tortura. É melhor trabalhar até mais tarde ou buscar outras atividades... um caminho perigoso, uma brecha para que haja uma possível traição, ou a infelicidade de ambos! 

“Todos os contos de fada terminam no casamento, mas a realização dos sonhos começa no casamento”, declarou Bispa Sonia, casada há mais 30 anos com Apóstolo Estevam Hernandes, seu primeiro namorado.

veja também