Sexo pode reduzir as chances de desenvolver câncer, diz estudo

Sexo pode reduzir as chances de desenvolver câncer, diz estudo

Atualizado: Terça-feira, 19 Janeiro de 2010 as 12

Pesquisa aponta que relação sexual também faz bem ao coração, aumenta logenvidade e diminui a pressão arterial

Manter relações sexuais com regularidade é o objetivo de muitos casais, mas o que poucos sabem é que os benefícios trazidos pelo sexo vão além da vida amorosa entre homem e mulher.

Um estudo publicado no periódico especializado "Journal of Sexual Madicine' apontou que fazer sexo frequentemente pode aumentar a expectativa de vida, e também diminuir o risco de desenvolver certos tipos de câncer.

Diretor de medicina sexual do Hospital Alvarado, em San Diego, o médico Irwin Goldstein relatou em entrevista ao site "ABS-CBN News" que apenas a penetração peniano-vaginal seria capaz de trazer retornos positivos para a saúde.

Quem pratica mais sexo, ainda segundo a pesquisa, tem menos chance de desenvolver câncer de mama, câncer de próstata, alívio de dores na região lombar e enxaquecas. O ato sexual também ajuda a emagrecer, melhora os níveis de testosterona, diminui sintomas da menopausa, deixa o esperma mais saudável, baixa a pressão arterial e colabora para a saúde do coração.

veja também