Sobrevivente dos ataques de Bruxelas escreve carta para o seu bebê: "Você nos fez ter fé para viver"

Sneha Mehta afirmou que a vida de seu bebê lhe deu a certeza que ela continuaria viva

Fonte: Guiame, com informações da CNNAtualizado: quarta-feira, 30 de março de 2016 20:35
Carta de Sneha Mehta ao seu bebê. (Foto: CNN)
Carta de Sneha Mehta ao seu bebê. (Foto: CNN)

O que mais marcou Sneha Mehta dos ataques em Bruxelas não foi tanto o ruído ou os gritos de medo das pessoas, mas sim a bondade de pessoas que ela nem mesmo conhecida.

Ela e seu marido, Sameep, tinham acabado de chegar de Abu Dhabi a Bruxelas na terça-feira, quando bombas explodiram no aeroporto e o teto começou a cair sobre suas cabeças.

A área de desembarques está abaixo do nível do solo, e era difícil saber o que fazer naquele momento. Sameep pensou que talvez eles devessem se jogar no chão, caso um tiroteio eclodisse. Mas eles decidiram, em vez disso, tentar sair de lá o mais rápido possível.

"Eu absolutamente não sabia para qual direção correr", disse Sneha CNN em uma entrevista por telefone.

Ela pensou por um momento que ela poderia morrer ali. Mas ela não temia a morte, ela disse. Ela estava com o homem que amava. Em seguida, o momento passou.


Certeza de que iria sobreviver
Felizmente, os Mehtas conheciam o aeroporto. Eles correram a caminho da garagem. Eles viram pessoas encolhidas atrás dos carros, soluçando e também paralisados, com medo até mesmo de serem executados.

A polícia e as equipes de resgate chegaram ao local, quase que imediatamente, fazendo tudo o que fosse possível para ajudar as pessoas.

Mas Sneha sabia que ela iria sobreviver. "Eu sabia com certeza", disse Sneha.

Sua principal certeza de que continuaria viva "foi por causa do bebê, que estava esperando, às 16 semanas de gravidez.

Os Mehtas correram para a estrada. Um táxi parou para pegá-los. O motorista não só os levou para o hospital, mas também conversou com eles todo o caminho - exatamente o que eles precisavam era de um momento como aquele.

E depois, no hospital Sint Augustinus, houve um momento tocante: O exame de ultrassom mostrou que o bebê - o casal ainda sabe se é um menino ou uma menina - parecia estar saudável e seguro no útero, chupando o seu próprio polegar.

"Que você seja sempre corajoso(a) e saudável"
Quando Sneha e seu marido chegaram em casa, na Antuérpia, Sneha sentiu que tinha de escrever uma carta para o seu bebê, que provavelmente será entregue para a criança, quando ela chegar à adolescência ou talvez mais tarde. A mãe ainda não decidiu.

Mas Sneha precisava expressar de alguma forma o que estava sentindo naquele momento. Ela também contou que precisava escrever a carta, ainda quando os sentimentos eram recentes - para capturá-los antes que eles se desvanecessem.

Confira a carta completa abaixo:

"Olá querido(a),

Eu não sei se já lemos isso com você pessoalmente, mas quando você tinha 16 semanas de vida [gestação], sua mãe e seu pai estavam em uma explosão no aeroporto de Bruxelas.

E não importa onde a humanidade está hoje, eu só quero dizer-lhe que a vida é uma coisa maravilhosa, e o mundo é realmente cheio de pessoas notáveis.

Você não apenas dá à sua mãe e seu pai a fé e razão de viver, nos deu o conhecimento de sua presença de espírito como nunca antes.

Eu me senti mais viva do que nunca, e eu sabia que tinha que proteger você, então eu fiquei calma e plenamente consciente de que iríamos sobreviver

Quando chegamos à emergência do hospital Sint-Augustinus e vimos que você alheio a tudo aquilo, chupando o seu polegar no ultrassom e fazendo suas acrobacias, toda a desconfiança, o ódio e angústia pelo ataque terrorista evaporaram.

Eu espero com todo meu coração que você nasça em um mundo melhor, e se não for assim, então você fará tudo para que ele se torne melhor.

Você é muito precioso(a) para nós, e já foi um herói hoje. Eu acho que o mundo enviou tanto amor e esperança à sua maneira, você deve sua vida ao movimento alternativo da bondade.

Que você seja sempre corajoso(a) e saudável. Nós te amamos além das palavras.

Mamãe e papai"

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições