Solteiras por opção

Solteiras por opção

Atualizado: Terça-feira, 19 Julho de 2011 as 8:58

Antigamente, as mulheres recebiam uma educação voltada para o casamento e uma mulher de sucesso era aquela casada e com filhos. Muitas delas acabavam aguentando a companhia de homens que não eram exatamente o que elas queriam, afinal, eles davam duro o dia inteiro para sustentar a casa e a família. Além disso, estas mulheres viviam numa redoma, sem trabalhar fora e sem conhecer outros homens, o que minava completamente seu senso crítico no relacionamento.

Porém, as coisas mudaram. Nas últimas décadas a mulher tem vivido uma sucessão de mudanças no que diz respeito à sua vida em sociedade. Essa nova forma de lidar com o mundo mudou influenciou mudanças também nos relacionamentos e no papel que eles passaram a desempenhar nessa nova fase das mulheres.

As mulheres de hoje só dependem dos homens se quiserem. As mulheres do século 21 trabalham e cuidam de si, algumas também dividem seu tempo com os filhos e outras ainda com o companheiro.

Esse novo estilo de vida feminino, tornou a mulher mais crítica e talvez até demais. Afinal, agora é ela quem paga suas próprias contas de decide o que quer ou não para sua vida.

Impacto nos relacionamentos

Essa renovação deixou as mulheres mais fortes e presentes na sociedade, mas também acabou gerando alguns efeitos colaterais. Hoje as mulheres fazem muitas coisas e sempre buscam fazê-las com perfeição e acabam cobrando isso nos relacionamentos. Por fim, o excesso de criticismo acaba fazendo com que a mulher reclame demais, nunca esteja satisfeita e que o homem não mude por não aceitar que queiram mudá-lo.

Mas essas mudanças no comportamento feminino tiveram um papel muito importante nos casos de relacionamentos doentios. Antes a mulher aceitava a forma com que o homem a tratava sem questionar, hoje a mulher sabe muito bem que relacionamentos doentios com ciúmes excessivos e possessividade não fazem bem a ela e que ela pode sair desses relacionamentos a qualquer momento. A mulher não tem mais tanto medo de ficar sozinha, pois sabe se cuidar.

Muitas mulheres, já se precavendo dos riscos de um relacionamento, já abrem o jogo e mostram como são logo de cara para que o homem veja se é aquele tipo de relacionamento que ele quer ou não. Parece não existir mais a necessidade de mudar para agradar o macho alfa, mas sim a de ser fiel a própria personalidade, valores e gostos.

As mulheres permanecem em um relacionamento por motivos diferentes dos de antes. A mulher agora quer um companheiro, um parceiro e não um ser superior dentro de casa que decide tudo por ela, inclusive que decide o que ela gosta e o que não gosta.

Os relacionamentos continuam sendo muito importantes para o universo feminino, mas deixaram de ser a única coisa que importa. Para um homem estar com uma mulher eles precisam estar caminhando lado a lado, sem superioridade de nenhuma das partes e com carinho, atenção, compreensão e entrega de ambos.

Solteirice sem medo

Em vista desses fatores, muitas acabam optando pela vida de solteira. As mulheres aprenderam que não precisam de um homem do lado para sentirem que são alguém e que elas podem apreciar sua própria companhia.

Algumas não têm tempo para relacionamentos, outras já se magoaram muito e preferem ficar sozinhas. Existem aquelas ainda que preferem estar com amigos do que em um relacionamento com um homem, pois as chances de incompatibilidade são grandes.

Além disso, a mulher centrada, que se valoriza e investe em si mesma se torna muito mais atraente do que aquelas que vivem procurando um parceiro e tentando chamar a atenção dos homens. Essas mulheres sabem da sua importância e capacidade e não abdicam de sua vida por ideais fantasiosos.

Firmeza e pé no chão por muitas vezes podem parecer frieza, mas te mantém preparada para os altos e baixos da vida de solteira ou compromissada. Mas, independente do estilo de vida que você escolher, é crucial manter o equilíbrio.

Embora hoje as mulheres tenham mais liberdade na escolha entre se relacionar com alguém ou permanecer solteira, ainda existe um pouco de preconceito contra mulheres que optam por não construir uma família no estilo tradicional. Mas, se você se sente bem solteira e o lado afetivo da sua vida está bem servido com amigos e familiares, não há porque temer ficar sozinha.  

veja também