Suíça aprova camisinhas para crianças

Suíça aprova camisinhas para crianças

Atualizado: Terça-feira, 9 Março de 2010 as 12

O jornal britânico "Telegraph" levanta assunto polêmico sobre o uso de preservativos. O diário inglês relata que algumas associações de pais das escolas da Suíça estão revoltadas com o fato de o governo ter liberado, para venda em farmácias, camisinhas desenhadas para meninos que têm entre 12 e 14 anos.

Segundo o jornal, os preservativos se chamam "Hotshots" e têm 4,5 cm de diâmetro, contra 5,2 cm das camisinhas tradicionais. O comprimento é o mesmo, de 19 cm.

O governo defende a iniciativa, argumentando que pesquisas mundiais compravam que o número de pré-adolescentes que fazer sexo na faixa etária entre 12 e 14 anos aumentou muito nos anos 2000, em comparação aos anos 1990, e que a quantidade de garotas grávidas também cresceu.

"No momento, só estamos produzindo a Hot-Shot na Suíça, mas também estamos de olho no mercado da Inglaterra", afirmou Nysse Norballe, porta-voz da fabricante.

veja também