Toque de carinho na gestação

Toque de carinho na gestação

Atualizado: Terça-feira, 8 Dezembro de 2009 as 12

A gestação é um momento mágico, mas não deixa de ser desconfortante, principalmente no finalzinho. Uma forma de você estar próxima de si mesma e do bebê, minimizando desconfortos do dia-a-dia é através da automassagem.

A automassagem é um momento inteiramente seu de estímulo a feminidade, são alguns minutinhos diários em que o protagonista é o seu corpo e o bebê. Saber escutar o corpo, aprender a ler e compreender sua linguagem, despertar sua consciência através do tato, torna-se essencial não só para a gestação tranquila, mas também como preparação de auto-conhecimento corporal favorecendo até mesmo o trabalho de parto e sua recuperação.

A sensação de bem-estar proporcionada por esse momento permite o aprofundamento do vínculo, criando um canal de comunicação entre mãe e bebê, já que estará num momento real de intimidade com o corpo.

Esse momento beneficia a gestante em vários aspectos, contribuindo para a ativação da circulação sanguínea e linfática minimizando a retenção de líquido, o alívio das tensões musculares, favorecendo uma melhor postura, alívio de cãibras, além de fortalecer a imagem e consciência corporal. Também libera hormônios ligados ao bem-estar, melhorando a qualidade do sono.

O ideal é praticá-la diariamente numa escuta das necessidades corporais. Com o avanço da gestação algumas áreas poderão ficar difíceis e nesse momento a presença do pai se faz importante, ajudando a massagear essas áreas mais distantes além de proporcionar o contato familiar.

Prepare o ambiente com música tranqüila e relaxante se preferir. Use um óleo de amêndoa doce que hidratará sua pele e não causará prejuízos ao bebê e sua pele. Você poderá realizar a massagem antes do banho ou poderá finalizar o relaxamento com o banho, essa á uma ótima forma de terminar o dia!

Sentada se abra para as sensações, pois durante a gestação os órgãos do sentido se fazem mais presentes. Sinta o cheiro do ambiente, do óleo, o seu corpo, as tensões, os lugares que estão pedindo seu toque de carinho e aconchego. Perceba como o seu corpo está na cadeira e se esparrame nela, perceba seu calor e respiração. Coloque as mãos na barriga e abra a percepção para o seu bebê, perceba se ele se movimenta e se procura o contato com as suas mãos.

Cruzando a perna como um homem, inicie o movimento no pé. Essa área costuma estar edemaciada, então demore e persista nos movimentos. Podem ser circulares e deslizamentos na planta do pé e calcanhar. Circule pelas laterais e parte internas. Dê uma atenção extra para cada dedo, fazendo movimento circulares para os dois lados e suba em direção ao dorso do pé. Faça movimentos com o pé para cima e para baixo, estimulando a circulação sanguínea. Massageie a panturrilha, atrás do joelho, coxa principalmente a parte interna e virilha. Repita com a outra perna.

Massageie a lombar com ambas as mãos do centro para as laterais, a fim de relaxar essa região da coluna tão exigida na gestação.

Agora chegou a vez da barriga! Ela merece atenção extra, pois além de permitir o contato com o seu bebê, a hidratação do óleo se faz importante pelo seu crescimento até o final de gestação prevenindo estrias. Faça movimentos leves como uma carícia e perceba o seu bebê, sua movimentação ou quietude, lembre-se que ao tocar o seu corpo é como se tivesse tocando o próprio bebê.

Suba para os seios e faça movimentos circulares no sentido horário em cada seio e o número oito em ambos os seios. Prossiga para a região do trapézio e ombros. Demore nessa região e persista! Massageie até a nuca e depois vá para o outro lado. Massageie um braço e mão e repita com o outro lado.

Retire o excesso de óleo das mãos com uma toalha e massageie todo o rosto, fronte, têmporas, comissuras de nariz e boca, queixo, orelhas, couro cabeludo e pés para evitar escorregar.

Se o seu parceiro estiver participando da massagem você poderá sentar-se com as pernas abertas de frente para o encosto de uma cadeira firme. Abrace o encosto e permita-se ser cuidada!

Lembre-se de perguntar ao seu médico sobre automassagem, seguindo suas orientações e curta esse momento a três!

veja também