Uma mãozinha

Uma mãozinha

Atualizado: Sexta-feira, 5 Novembro de 2010 as 3:22

Cumprir os afazeres domésticos pode ser uma tarefa difícil, principalmente depois de um longo dia de trabalho. Preparar o jantar, larvar a louça, arrumar os quartos... Tudo isso enquanto os pequenos aprontam e bagunçam tudo de novo.

Mas, com a iniciativa certa e um pouco de disciplina, o seu filho pode, em vez de dificultar, ajudar você a cuidar da casa, deixando os afazeres domésticos bem mais divertidos.

Confira algumas dicas para conseguir novos ajudantes.

• Lavar a louça

O segredo para fazer com que o pequeno ajude você com os pratos e panelas é fazer com que ela veja desde pequena essa ação como um prazer, e não uma obrigação. Para isso, a psicóloga Dalka Ferrari sugere que as mães apostem em panelas de brinquedo, assim como comidinhas. A criança verá lavar a loca como uma das partes de brincar de casinha.

É importante que, se a mãe tiver dois filhos, ela designe tarefas para ambos. "Deve ser uma coisa democrática, mas é claro que a atividade deve condizer com a idade da criança", explica Dalka.

• Varrer a casa

Uma dica é usar personagens de contos de fadas para incentivar os pequenos. Se você quiser que ele te ajude com a limpeza, uma sugestão é citar a Cinderela como exemplo, que ajudava a cuidar do castelo. "Mas os pais devem tomar cuidado para não sobrecarregar o pequeno", adverte a psicóloga.

Para trazer elementos lúdicos, vassourinhas de brinquedo são aconselháveis. Segundo Dalka, as crianças só incorporam o hábito quando, de fato, o fazem.

• Lavar a roupa

O interesse infantil por atividades relacionadas a água surge espontaneamente, na maioria das vezes. Para fazer com que eles participem da lavagem de roupas, é bom que, desde o começo, você peça para as meninas lavarem a roupa dos bonecos, e os meninos lavarem a capa dos super-heróis.

Mas reveze com seu marido o recrutamento dos pequenos. "Se só a mãe pede, os filhos podem recorrer ao pai para se safar. Além disso, se os dois participarem, nenhum vai ser visto como 'o chato'", explica a psicóloga.

• Arrumar os brinquedos

Assim como as outras atividades, para que os pequenos peguem o hábito de guardar brinquedos, a ação deve ser consistente e se integrar à rotina.

Se a criança disser que não, os pais devem explicar primeiro o motivo do pedido. "Nessa hora tem que gastar saliva explicando para a criança que ela usou o brinquedo e por isso tem de guardá-lo", conta a psicóloga.

Mas se mesmo depois da conversa, o pequeno se recusar a cooperar, você precisará impor algumas restrições. "Caso a o papo não funcione, será a hora de ir tirando recompensas, como 'então a gente não vai fazer aquele passeio' ou 'você não vai assistir ao programa', conta. Dalka.

• Passear com o cachorro

Nesse caso, provavelmente será necessário que você acompanhe o pequeno. Por isso, para ele topar, é importante que desde os primeiros anos ele veja você levando o cachorro para andar, recolhendo o cocô e tomando cuidado com a coleira.

"Antes de tudo, os pais devem dar o exemplo, porque se os filhos nunca virem eles fazendo o que estão pedindo, eles não aceitarão ajudar", alerta a psicóloga.

Em todos os casos, é importante que o hábito seja apresentado ao pequeno desde o começo da vida. O motivo dessa necessidade, de acordo com Dalka, é que se ele só se deparar com os afazeres quando já tiver crescido, verá as atividades como obrigações e, provavelmente, não vão querer ajudar.

veja também