Vale a pena fazer plano de saúde para o filho?

Vale a pena fazer plano de saúde para o filho?

Atualizado: Sexta-feira, 7 Maio de 2010 as 12:27

Ainda que você tenha total controle das finanças e faça uma poupança para emergências, é melhor prevenir do que remediar quando o assunto é saúde. “A decisão pelo plano não deve ser apenas financeira. Por mais que criança teoricamente seja resistente, ninguém está livre de uma doença”, diz Roberto Zentgraf, coordenador de MBAs do Ibmec, no Rio de Janeiro (RJ). Ao escolher um plano, leve em consideração o impacto dele no orçamento. Em vez de sofrer para pagar um plano com direito a quarto individual durante a internação, fique com a enfermaria e sem um rombo no bolso. “O essencial é que ele cubra internações e exames, que é o mais caro.  

Também vale verificar se você pagará parte do valor das consultas e a rede de hospitais e médicos credenciados.” Lembre-se de que os planos familiares ou empresariais costumam sair mais em conta do que os individuais. Consultar médicos conveniados também é mais econômico. Caso seu pediatra não atenda o seu, cheque também o valor do reembolso.

por Tamara Foresti e Thais Lazzeri

veja também