Viagem com um bebê a bordo

Viagem com um bebê a bordo

Atualizado: Quinta-feira, 2 Junho de 2011 as 10:34

Viajar com o bebê é sempre uma delícia! E uma ótima chance de ter mais contato com seu filho, senti-lo de perto, trocar carinhos. Para dar tudo certo, basta respeitar alguns limites da criança, sua rotina, deixá-la segura e confortável durante toda a viagem. Isso significa mantê-la hidratada, não descuidar das trocas de fraldas e usar roupas corretas. Tudo será bem diferente dos passeios que você já realizou. E mais divertido. Prepare-se para uma bagagem muito maior, paradas mais freqüentes na estrada e aquela sensação de que ainda está faltando alguma coisa. Mesmo que mais da metade das malas no carro estejam lotadas com coisas do bebê.

ESCOLHA CERTA

O bebê não tem uma noção exata do que significa uma viagem. O que ele vai sentir é a diferença no seu tom de voz. Se você estiver ansiosa com essa aventura, passará esse sentimento para ele, que ficará mais agitado. Portanto, muita calma. Use o bom senso na escolha do roteiro de viagem. Se achar que consegue manter a rotina do bebê, adaptando o local, vá em frente. Não há contra-indicações para viajar. A partir de 1 mês, a maioria dos pediatras já permite viagens.

    PREPARAÇÃO

Pegue bloco e caneta e anote tudo o que usa no dia-a-dia com o seu bebê. Se for para a casa de parentes ou hotel em uma cidade grande, será mais fácil repor algum item que tenha esquecido. Mas se a viagem for para lugares sem muita infra-estrutura, a atenção deve ser redobrada. Calcule o quanto gastará de fraldas e faça o seu estoque de viagens. Monte a nécessaire do bebê com sabonete, xampu, pomada antiassadura etc. Separe muitas fraldas de pano e toalhas. E não esqueça de levar roupas para várias temperaturas!

NA ESTRADA

Em um carro com ar condicionado — devidamente limpo — e roupas confortáveis, o bebê aguenta bem até três horas na estrada sem intervalos. Amamente e troque-o antes do início da viagem. Ao colocar a criança no carro, certifique-se antes se a cadeirinha está bem ajustada e na posição correta. Até a criança ter 10 quilos ou 1 ano, ela deve ser colocada de costas para o motorista. Depois disso, a posição correta é de frente. Não esqueça do cinto de segurança. Se a criança estiver agitada, faça paradas a cada uma hora e meia, para ela descansar um pouco.

SEMPRE À MÃO

Alguns itens devem estar disponíveis durante toda a viagem, caso a criança precise e não seja possível parar o carro. Anote: garrafa de água mineral, água-de-coco e sucos de frutas em caixinha, frutas já previamente limpas e cortadas, brinquedinhos, CDs com músicas infantis, saco plástico, que servirá de lixo para restos de comida. A bolsa de mão da mãe deve conter fraldas descartáveis para as trocas, lenços umedecidos, pomada antiassaduras, uma toalha, um cobertor leve — para viagens na madrugada —, fraldas de pano, trocador portátil e uma troca de roupa.

veja também