Arqueólogos descobrem local que abrigou a Arca da Aliança, em Israel

O pódio foi desenterrado no topo de uma colina da Judeia, mas não apresenta pistas sobre a Arca em si.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Terça-feira, 15 Janeiro de 2019 as 12:32

No terraço superior de Quiriate-Jearim, uma parede maciça foi desenterrada abaixo do solo superficial. (Foto: Escavações da Família Shmunis em Quiriate-Jearim)
No terraço superior de Quiriate-Jearim, uma parede maciça foi desenterrada abaixo do solo superficial. (Foto: Escavações da Família Shmunis em Quiriate-Jearim)

Uma plataforma descoberta por arqueólogos em um convento católico no centro de Israel pode ter sido um antigo abrigo da Arca da Aliança. Descoberto em Quiriate-Jearim, o local apresenta evidências sobre os reinos irmãos de Judá e Israel.

De acordo com a Bíblia, ç abrigou por 20 anos a Arca da Aliança até ser levada a Jerusalém pelo rei Davi. Por outro lado, o pódio elevado e retangular, desenterrado no topo de uma colina da Judeia, não apresenta pistas sobre a Arca em si.

Ao contrário de outros especialistas que trabalham na região, o arqueólogo israelense da Universidade de Tel Aviv, Israel Finkelstein, não acredita na existência da Arca. Ainda assim, ele afirma que a descoberta poderia levar a informações sobre os eventos políticos nos tempos bíblicos.

“As escavações em Quiriate-Jearim lançam luz sobre a força de Israel no início do século VIII, incluindo, possivelmente, sua dominação de Judá”, disse Finkelstein ao site Times of Israel.

A equipe de escavação sugere que o objetivo na época era “legitimar Quiriate-Jearim como o novo santuário da Arca”. “A plataforma foi construída para acomodar um complexo administrativo israelense, incluindo um templo, destinado a dominar o reino de Judá”, disse Finkelstein.

Quiriate-Jearim em si é um importante local bíblico, citado em 1 Crônicas 13:5-6: “Davi reuniu todos os israelitas [...] para trazerem de Quiriate-Jearim a arca de Deus. Davi e todos os israelitas foram a [...] Quiriate-Jearim, em Judá, para buscar a arca de Deus”.

Outros arqueólogos unem sua fé religiosa à busca de pistas relacionadas à Bíblia, como Scott Stripling, da Associates for Biblical Research. “Estamos tomando a Bíblia como um documento histórico sério”, destacou.

Recentemente, a afirmação de que a Arca da Aliança está dentro de uma igreja na Etiópia foi contestada. A suposta descoberta foi baseada em relatos antigos do historiador britânico Edward Ullendorff, que alegou ter visto a Arca dentro da Igreja de Nossa Senhora Maria de Sião em Aksum, no norte do país, durante a Segunda Guerra Mundial.

Segundo Tudor Parfitt, professor na Escola de Estudos Orientais e Africanos da Universidade de Londres, Ullendorff viu uma cópia, e não a Arca original. “O que ele viu foi o que você encontra em qualquer igreja etíope, que é um modelo da Arca da Aliança”, disse o professor à Live Science.

veja também