MENU

Israel

Honduras e Romênia decidem transferir embaixada para Jerusalém

Os anúncios foram considerados duas vitórias diplomáticas conseguidas por Israel no mesmo dia.

Fonte: Guiame, com informações do GloboAtualizado: segunda-feira, 25 de março de 2019 15:50
Vista geral de Jerusalém. (Foto: Thomas Coex/AFP)
Vista geral de Jerusalém. (Foto: Thomas Coex/AFP)

A Romênia será o primeiro Estado-membro da União Europeia a abrir uma representação diplomática na cidade sagrada, cuja parte oriental é reivindicada pelos palestinos. O anúncio foi feito pela primeira-ministra Viorica Dancila durante uma visita a Washington.

“Estou contente em anunciar a transferência de nossa embaixada para Jerusalém, capital do Estado de Israel”, disse a premier durante discurso no Comitê de Assuntos Públicos da Israel Americana (AIPAC). De acordo com Dancila, Estados Unidos e Israel são parceiros estratégicos especiais do seu país.

No mesmo evento, realizado no domingo (25), Honduras reconheceu, em comunicado, que Jerusalém é a capital do Estado israelense, prometendo abrir um escritório comercial na cidade. A decisão do presidente hondurenho, Juan Orlando Hernandéz, de transferir “de imediato” a embaixada do país em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém, segue os passos dos Estados Unidos e Guatemala.

Os anúncios foram considerados duas vitórias diplomáticas conseguidas por Israel no mesmo dia.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, confirmou as posições dos dois países. O premier israelense chegou a Washington para uma visita de três dias em que participa da conferência do AIPAC e também para uma reunião com o presidente americano Donald Trump nesta segunda-feira (25).

No Brasil, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, presidente da Comissão de Relações Exteriores parabenizou a decisão romena.

O governo Bolsonaro pretende transferir a embaixada brasileira para Jerusalém, para cumprir uma de suas promessas feitas durante campanha eleitoral.

Sagrada para judeus, muçulmanos e cristãos, a cidade de Jerusalém é reivindicada por israelenses e palestinos como parte de seus territórios nacionais. No ano passado, os EUA mudaram sua embaixada de Tel Aviv para Jerusalém, reconhecendo de vez a cidade como capital legítima do Estado de Israel, medida que gerou revoltas entre palestinos e uma série de outros povos. 

Siga-nos

Mais do Guiame