“O Messias já vive entre nós”, declara influente rabino em Israel

Segundo o rabino Chaim Kanievsky, o Messias está vivo e poderá se revelar a qualquer momento.

fonte: Guiame, com informações do Breaking Israel News

Atualizado: Sexta-feira, 20 Julho de 2018 as 11:42

Rabino Chaim Kanievsky, uma autoridade proeminente na sociedade judaica ortodoxa. (Foto: Yaakov Naumi/Flash90)
Rabino Chaim Kanievsky, uma autoridade proeminente na sociedade judaica ortodoxa. (Foto: Yaakov Naumi/Flash90)

O rabino Chaim Kanievsky, uma das figuras mais proeminentes entre os judeus ortodoxos de Israel, declarou que o Messias está vivo e poderá se revelar a qualquer momento. As informações são do site Breaking Israel News.

O rabino de 90 anos baseou sua declaração no Talmude (coletânea de livros sagrados dos judeus) e no Midrash Rabá (coletânea de ensinamentos para sermões), que predizem o nascimento do Messias no dia Tishá BeAv, de acordo com o calendário judaico — que este ano cairá no sábado, 21 de julho.

Tishá BeAv foi fixado como jejum e dia de luto devido à destruição pelos babilônios do Templo de Salomão e a destruição do Segundo Templo pelos Romanos.

“Me parece que os sábios pretendiam nos ensinar que, mesmo quando o Templo fosse destruído, existiria redenção. E o Messias realmente existe e vive entre nós. Ele passa de um corpo para outro em cada geração”, declarou Kanievsky em seu livro Siach Nechama (“Um Discurso Confortável”, em tradução livre).

O rabino enfatizou que o Talmude indica que o Messias iria se revelar na geração que faz acusações contra os estudiosos da Torá. “Esta geração demonstra ódio por aqueles que aprendem a Bíblia, especialmente nos últimos anos. Estamos vendo todas as condições descritas no Talmude aparecerem diante de nós. É por essa razão que prevemos a aparição do Messias a qualquer momento, se Deus quiser”, declarou Kanievsky.

O líder ortodoxo explicou que os rabinos anunciam frequentemente a chegada do Messias não por uma contradição, mas porque estão esperando esse momento chegar. Ele comparou essa espera ao nascer do sol, no qual sua luz passa a iluminar o céu antes mesmo de sua aparição.

“Estamos atualmente no período anterior ao nascer do sol”, ilustrou o rabino Kanievsky. “Os sinais de redenção estão aparecendo lentamente. Mas o próprio Messias ainda tem que se mostrar ao mundo”.

Jesus, o verdadeiro Messias

O escritor Gary Bowers, que é um pesquisador das profecias bíblicas, acredita que os rabinos estão corretos quando dizem que o Messias já está vivo. “Mas eles estão incorretos quando dizem que ele está na Terra, ou que é um homem nascido nessa geração”, alerta.

“Eles estão enganados quando dizem que esta será a primeira aparição do Messias. Jesus é o Messias. Nosso Redentor vive! Mas Ele está no céu esperando para voltar qualquer dia para a Terra”, esclarece.

Bowers lamenta que a maioria dos judeus e gentios rejeitem a evidência histórica indiscutível de que Jesus cumpriu dezenas de profecias específicas do Antigo Testamento sobre a vinda do Messias.

Dentre as profecias cumpridas em Jesus, estão essas: nasceu de uma mulher virgem (Isaías 7:14), nasceu em Belém (Miquéias 5:2), é da semente de Abraão (Gênesis 22:18), linhagem do trono de Davi (2 Samuel 7:12-13), foi rejeitado por seu próprio povo (Salmo 69:8), recebeu vinagre para beber (Salmo 69:21), não teve os ossos quebrados (Êxodo 12:46), teve seu lado perfurado (Zacarias 12:10), ressuscitou dos mortos (Salmo 16:10) e foi um sacrifício pelo pecado (Isaías 53: 5-12).

Por outro lado, muitos versículos bíblicos demonstram a forma especial como Deus enxerga Israel e definem os judeus como Seu povo escolhido. “Ele os ama com um amor eterno. Eu também, e todos os que se importam com o Messias judeu, Jesus”, afirma Bowers.

“Se eu fosse um judeu que estivesse buscando a verdade sobre a redenção, as profecias seriam mais do que suficientes para me convencer de que Jesus é o Prometido”, o escritor acrescenta. “Nenhum outro homem na história fez ou fará o que o Messias Jesus fez por mim e por você”.

veja também