Teólogo Jung Mo Sung lança livro "Educar para reencantar a vida" durante a Flic

Teólogo lança livro "Educar para reencantar a vida"

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:13

A Flic 2012 (Feira Literária Internacional Cristã), que aconteceu entre os dias 3 e 6 de maio, trouxe muitas novidades no que diz respeito ao segmento.

Dentre os vários autores que passaram por lá estava Jung Mo Sung, teólogo e cientista da religião, professor titular da Universidade Metodista de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião. Jung desenvolve trabalhos em religião e educação, teologia e economia, igreja e sociedade, neoliberalismo, globalização e solidariedade. 

O autor lançou seu livro sobre reflexão "Educar para reencantar a vida", que aborda o tema vida humana. Em um auditório reservado para uma palestra sobre o tema, juntamente com Ricardo Gondim, Jung fez questão de esclarecer as diferenças entre a raça humana e outros seres vivos no que diz respeito ao sentido da vida. "O ser humano precisa de um sentido para viver diferentemente de um gato, por exemplo, os animais não entram em crise existencial", disse o autor.

No livro, Jung analisa como as pessoas perderam o encantamento pela vida e só se consideram felizes quando possuem algo. A questão materialista e profissional viria sempre em primeiro lugar, o que de acordo com o autor deveria ser diferente. "As pessoas estão mais preocupadas em se preparar profissionalmente do que em encontrar o verdadeiro sentido da vida que é viver bem, viver com o necessário, valorizando a amizade, a solidariedade e mantendo sempre a esperança. O ideal é tentar fazer com que a vida seja encantada por sí só e não pelas coisas materiais que se tem".

O teólogo disse que, primeiramente, uma das maneiras para conseguir encontrar o verdadeiro sentido da vida é tentando se espelhar em pessoas que marcaram história por conta de suas essências, Jesus e Gandhi, por exemplo. "A ideia é ter em mente a frase 'eu quero ser como essa pessoa' e tomá-la como exemplo a ser seguido."

Trabalhar com bibliografias e conhecer experiências de vida de pessoas seria uma maneira de encontrar o caminho para o verdadeiro sentido da vida "isso no fundo é religião", completou o autor.

"Cristianismo nada mais é do que o sentido da vida estar em viver como Jesus viveu. Consumir é necessário, mas você não pode fazer disso o sentido da vida." finalizou Jung.

Veja outras sobre a FLIC:

No estande da SBB os visitantes encontrarão os mais recentes lançamentos da entidade

Ricardo Gondim fala sobre desesperança e desencanto durante lançamento de livro

 

 

Por Larissa Lessa

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições