Ação social oferece assistência jurídica em região carente de SC

Ação social oferece assistência jurídica em região carente de SC

Atualizado: Segunda-feira, 29 Novembro de 2010 as 2:30

Os moradores do Bairro Brejaru e região, em Palhoça, na Grande Florianópolis, receberam nesta sexta-feira a ação DPU na Comunidade. O projeto, desenvolvido pela Defensoria Pública da União, oferece informação, orientação e assistência jurídica a pessoas carentes.

As atividades ocorreram no Colégio Estadual Professor Benoníveo João Martins durante todo o dia. Na parte da manhã foram promovidas palestras sobre a área de atuação da defensoria e os direitos da população. À tarde, uma estrutura de apoio foi montada para que equipes e defensores públicos prestassem assistência jurídica individual gratuita aos interessados. Cerca de 15 pessoas participaram dos trabalhos.

— É uma oportunidade para que as pessoas construam uma cidadania plena. Queremos esclarecer quais os benefícios as pessoas têm direito e quais os caminhos para buscá-los, auxiliando a população a ter uma vida digna. Difundir o conhecimento jurídico é fundamental para que se crie uma democracia e também para otimizar o acesso aos direitos — esclarece o defensor público federal e coordenador da ação, Daniel Dias Pereira.

Quando soube pelos filhos que estudam na escola que o projeto iria ocorrer próximo de sua casa, Francisco Lemes dos Santos, 58 anos, não teve dúvidas: juntou a documentação necessária e compareceu no local.

— Vim para ver se eles ajudam a me aposentar. Estou esperando há dois anos e espero que eles resolvam — conta.

Quem também ficou esperançosa foi Maria do Rosário Soares, 55 anos. Acompanhada por sua sobrinha Estefani, sete anos, ela decidiu buscar ajuda da Defensoria Pública para se aposentar por problema de saúde. Há cinco anos, ela tenta, sem sucesso, receber o benefício.

— Quem sabe agora eu consiga. Não posso nem sair de casa sozinha porque passo mal e nem assim consigo me aposentar — lamenta.

O projeto começou em abril, no Ribeirão da Ilha. Em junho, foi a vez de Cachoeira do Bom Jesus receber a ação. O defensor público explica que qualquer comunidade pode solicitar a iniciativa. Basta entrar em contato com a DPU pelo telefone (48) 3221 9400.

veja também