Apesar de terremotos, missionários estão seguros na Espanha

Apesar de terremotos, missionários estão seguros na Espanha

Atualizado: Quinta-feira, 12 Maio de 2011 as 9:30

Aconteceram em Múrcia/Lorca, na tarde desta quarta-feira (11), dois terremotos: o primeiro tremor ocorreu por volta das 17h (horário local, 12h em Brasília) e o segundo ocorreu duas horas mais tarde. Pelo menos 10 pessoas morreram. Além disso, dezenas ficaram feridas em consequência de um sismo, de magnitude 5,1, precedido por um terremoto de 4,5. Este foi o pior incidente do tipo ocorrido nos últimos 30 anos na Espanha.

O epicentro foi localizado na Serra de Tercia da cidade de Múrcia. O sismo causou mais estragos entre cinco e 10 quilômetros a nordeste da cidade, perto da estrada de Múrcia. O terremoto foi sentido fortemente em várias aldeias da região, incluindo a capital, Mazarron Cartagena e Aguilas. O que foi observado também em outras províncias como Almería, Albacete e Madrid.

Muitos moradores permanecem nas ruas com medo de novos deslizamentos de terra. Houve rachaduras em edifícios e o povo está nas ruas. Os telefones não funcionam. A torre do sino e o telhado da igreja Virgen de las Huertas caíram, além de danos ao castelo histórico de Lorca. Houve rachaduras em estradas e viadutos. Por isso, pede-se cautela aos motoristas para evitar novas vítimas. O túnel do A-7 em direção a Andaluzia desabou com alguns veículos; o Governo já mobilizou a Unidade Militar de Emergências para os primeiros socorros às vítimas.

Graças a Deus, nossos missionários no país estão em segurança. Missões Mundiais não mantém missionários naquela região. Pedimos aos irmãos que orem a Deus para que proteja o povo espanhol de danos maiores. E que o Espírito Santo console os corações dos que perderam seus entes queridos.

*Com informações de Javier Ruiz (correspondente do diário “El Pais”, em Múrcia, Espanha).

veja também