Capixabas recebem treinamento de Igrejas Multiplicadoras

Capixabas recebem treinamento de Igrejas Multiplicadoras

Atualizado: Sexta-feira, 23 Abril de 2010 as 12

Cada vez mais os batistas brasileiros avançam na conquista da Pátria para Cristo! Durante três dias, a liderança Batista do Estado do Espírito Santo se reuniu nas dependências da Igreja Batista Praia do Canto, em Vitória, onde receberam um rico treinamento sobre Multiplicação de Igrejas.

O Evento começou na quinta-feira (15) à noite com um abençoado culto que contou com a presença do pastor Fernando Brandão, diretor executivo de Missões Nacionais. Em sua preleção, pastor Fernando destacou a importância de se valorizar a Igreja, que é do Senhor Jesus e não de seus membros. Enfatizou ainda o comprometimento que os batistas precisam ter com a pregação do evangelho e consequentemente com a multiplicação de igrejas em nosso país. ''Plantando igrejas, conseguiremos levar a Palavra de Deus a todos em solo Brasileiro. Essa é a estratégia que o Senhor espera que cumpramos!'', completou o diretor.

Após a mensagem, Pastor Oliveira Araújo se emocionou ao afirmar ter sido impactado com os desafios apresentados por Missões Nacionais. Na sexta-feira, o pastor Claudio José Faria de Souza, da PIB em São João de Meriti, RJ, apresentou o tema de plantação de igrejas baseado em sua experiência na plantação de igrejas no sul do Brasil, época quando era obreiro da JMN. No sábado, Pastor Sebastião Lúcio Guimarães, diretor do Centro de Ensino Teológico Batista do Espírito Santo, encerrou o evento.

Durante os dias 16 e 17, os congressistas receberam capacitação na área de plantação de igrejas. Pastor Nilton Antônio de Souza, Gerente Executivo de Evangelismo e Discipulado de Missões Nacionais, aplicou todo o treinamento que também contou com o apoio do pastor Marcos Azevedo, missionário de Missões Nacionais em Barra da Estiva-BA.

Segundo a coordenadora do evento, a gerente regional de Missões no ES, Fabiola Molulo Tavares, o treinamento contou com a representação de  9 associações do Estado. ''Esse foi o primeiro passo. Está no coração dos batistas capixabas o envolvimento com esse desafio de multiplicação de Igrejas. Ainda temos áreas estratégicas que precisamos alcançar'', concluiu a missionária.

veja também