Casal missionário na Ucrânia agradece pelo apoio de brasileiros

Casal missionário na Ucrânia agradece pelo apoio de brasileiros

Atualizado: Quarta-feira, 23 Março de 2011 as 11:32

O casal de missionários na Ucrânia, Pr. Liubomyr e Nataliya Matveyv, responsável pela coordenação de obreiros da terra no Leste Europeu, esteve nessa terça-feira (22) no culto realizado na Sede da JMM, no Rio de Janeiro/RJ, acompanhado do filho Maximus. O pastor falou um pouco do trabalho realizado naquela região onde as pessoas são tão frias ao Evangelho quanto o clima local, que chega a registrar – 40 ºC no inverno.

Ele transmitiu aos batistas brasileiros o agradecimento dos obreiros da terra por suas orações que os ajudam a pregar o Evangelho, mesmo em meio a tantas dificuldades, como as barreiras impostas pela Igreja Ortodoxa na Ucrânia. O pastor lembrou que muitas vezes o trabalho realizado por lá parece lento, pois os frutos não são imediatos; às vezes há uma conversão por ano, o que representa 50 convertidos no Brasil.

Ele clama por novos missionários no Leste Europeu. “Muitas vezes ofertamos, trabalhamos na obra, porém nos esquecemos de pedir a Deus para que envie trabalhadores à seara. Temos que nos lembrar da passagem de Mateus 9.38, Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara. Muitas vezes a oração chega aonde o dinheiro não chega”, disse o pastor.

O missionário lembrou-se da ocasião em que foi visitar um pastor preso no Azerbaijão e ouviu dele que naquele momento o dinheiro não era necessário, mas que precisava muito das orações do povo de Deus.

E a oração também é o principal instrumento para que o coração do povo no Leste Europeu seja quebrantado. Um fruto dessa oração é a senhora Olga, que aos 70 anos decidiu ser uma missionária, contribuindo e intercedendo pela obra de evangelização mundial. Foi durante uma aula de missões ministrada pelo Pr. Liubomyr que ela, aos prantos, se dirigiu ao então professor lhe perguntando “como ninguém, durante os 50 anos em que estava na igreja, nunca havia lhe falado que poderia ser uma missionária?”.

No último dia de curso, aquela senhora procurou o Pr. Liubomyr para dizer-lhe que se comprometeria a sustentar a obra missionária com suas orações e também lhe entregou um envelope com sua contribuição financeira, um valor pequeno, mas de grande significado para ela e para o pastor que pode testemunhar o fruto de sua dedicação em levar a graça do Pai ao Leste Europeu.

Nesta quarta (23), a família missionária volta à Ucrânia após 2 meses de férias no Brasil, quando levaram seu testemunho a mais de 40 igrejas e participaram da Atualização Missionária.

Por Marcia Pinheiro 

veja também