Coluna - Bispo César Brazil

Coluna - Bispo César Brazil

Atualizado: Segunda-feira, 1 Dezembro de 2008 as 12

Dias atrás refletindo sobre minha vida, analisei sobre as coisas que fiz e as  que gostaria de fazer e não fiz em 2008. Foram várias cenas em minha cabeça. Cenas com fortes recordações de coisas que adiei. Vi-me obrigado a contabilizar o que vivenciei durante o ano que está prestes a acabar.  Costumamos nesse período do ano analisar mais criteriosamente a nossa vida. Claro que existem pessoas reflexivas naturalmente, pessoas que praticam essa análise quase que permanentemente, pessoas que costumam fechar o balancete da vida mensalmente. Gente que está o tempo todo fazendo auto-análise e verificando como está seu saldo de emoções, seu trabalho e relacionamentos. Mas ainda acho que a maioria das pessoas costumam ser mais rigorosas para analisar suas vidas nesta época do ano.

O que fazer para mudar o que saiu diferente do que planejamos? O que fazer para atingir as metas não alcançadas? Prometemos que faríamos dieta; que sairíamos do sedentarismo através de exercícios, que leríamos mais livros, que nos dedicaríamos a alguma atividade voluntária em favor dos mais necessitados e não cumprimos, prometemos contribuir mais financeiramente para missões, quando na verdade demos preferência para adquirir um novo modelo de celular ou a gastar no Mc Donald's. Prometemos nos dedicar mais à obra de Deus, mas preferimos arrumar desculpa para não fazer; prometemos voltar a estudar; fazer um cursinho e não cumprimos. Promessas, promessas, promessas!  A quem ficamos devendo? Uma vez que prometemos e não cumprimos fica claro neste balanço que devemos a alguém. Dentre os que prometemos, não podemos nos esquecer de nós mesmos e de forma especial a Deus o qual queria nos ver um pouco mais empenhados em coisas que lhe dão prazer como por exemplo: "Missões e a ajuda aos mais necessitados". Mas infelizmente é assim mesmo: no final de ano descobrimos que falhamos muito. Então, começamos a nos questionar, a nos penitenciar e acabamos muitas vezes sendo muito cruéis conosco.

Não dá pra negar que esta reflexão acaba aumentando nossas frustrações e dependendo de como tratamos a questão, nos taxamos como fracos e incapazes de cumprir promessas.  Muitas vezes tentamos contornar a crise que emocionalmente é provocada dizendo coisas do tipo: "fiz tudo que estava ao meu alcance".  A pergunta é: será que fizemos mesmo? Cabe ao leitor responder se nosso balanço não poderia ter um melhor resultado. Acho que todos descobriremos que poderíamos ter obtido resultados melhores.   Porém, como todo balanço, devemos avaliar crédito e débito, por isso acho também que não resolveremos a situação sendo duros demais conosco.  Deus espera de nós, que tomemos a sábia decisão de não desistir; de reconhecer que erramos e que podemos consertar; de começar de novo; de se levantar; de amar mais; de perdoar mais; de ajudar mais; de batalhar um pouco mais; com a certeza de que Ele é o cumpridor de promessas e que jamais nos deixará sozinhos.  Ele deseja que ao concluir nosso balanço mental aprendamos que é possível sermos melhores do que fomos este ano. É possível darmos um pouco mais de nós: dividirmos mais; amarmos mais; ajudarmos  mais; nos dedicarmos mais aos projetos de Deus.

Ele sabe também que se no ano que passou não conseguimos cumprir todas as nossas promessas, isso ainda não é o fim, pois um novo ano está se aproximando e com a ajuda do Senhor poderemos renovar nossos sonhos e pão dá para dar um passo sem que Ele participe.  Com Deus nossos resultados sempre serão melhores. Por isso meu irmão, não se desanime, vá em frente, continue no foco em busca do crescimento. Não deixe que a ansiedade o domine, "Não andeis ansiosos de coisa alguma..." Filipenses 4:6.  Pois a Palavra nos garante sua fidelidade. Deus é  cumpridor de promessas e estará sempre ao nosso lado.    Finalizo dizendo que não podemos iniciar o próximo ano sem que Deus esteja incluído em nossos planos, projetos e sonhos. Com a certeza de que o natal será maravilhoso e que o próximo ano continuará sendo cheio da graça do Senhor.

"Feliz Natal e prospero 2009"

"Nenhum ano será realmente novo se continuarmos a cometer os mesmos erros dos anos velhos." (Autor desconhecido)

César Brazil é bispo, Presidente da Comunidade Cristã internacional Lugar de Vida. Missionário, escritor e palestrante. Diretor do CIEAB - Regional Zona Leste/Cidade Tiradentes , Diretor de Comunicação Social do IAAD. Em missões, já viajou diversos países do Oeste da África e também da Europa. Lecionou sobre Serviço Social na Fatap (Faculdade Teológica Adventista da Promessa).

veja também