Começou o Alcance Surdos em três bairros do Rio de Janeiro

Começou o Alcance Surdos em três bairros do Rio de Janeiro

Atualizado: Terça-feira, 13 Julho de 2010 as 9:14

O projeto Alcance Surdos teve início neste último final de semana, reunindo 56 voluntários representantes de sete estados brasileiros, além de uma representante dos Estados Unidos, que tem atuado como voluntária na sede de Missões Nacionais e participa do projeto. No sábado foi o dia de treinamento realizado na Primeira Igreja Batista de Vila Valqueire, quando pastor Marcelo Rodrigues (gerência de evangelismo e discipulado da JMN), os missionários surdos Flávio Alan e Patrícia dos Santos, missionária Marília Moraes Manhães, líder do ministério com surdos da JMN e Érica Andrade, surda da IB Vila Gerte (SP) foram os capacitadores.

O grupo está dividido em três equipes que atuam em diferentes áreas e têm suas bases na PIB Vila Valqueire (Base I), Segunda Igreja Batista de Parque Anchieta (Base II) e PIB de Heliópolis (Base III), onde no domingo ocorreram os cultos de comissionamento de cada equipe, tendo como pregadores, respectivamente, pastor Fernando Brandão, diretor executivo da JMN, pastor Nilton Antônio de Souza, gerente executivo de evangelismo e discipulado da JMN, e pastor Davidson de Freitas, pastor da Igreja. 

Na parte da tarde do domingo, as equipes realizaram uma caminhada de oração nos bairros onde atuarão até o próximo dia 25, clamando pelo projeto e para que Deus indicasse onde estão os surdos daquelas comunidades. E já nesta caminhada já conseguiram localizar alguns surdos. A equipe da Base I localizou três deles, sendo que um, ao ser abordado por uma dupla de voluntários formada pelo diretor de evangelismo da Igreja e uma voluntária surda, fugiu dos voluntários. Enquanto isso, porém, outra dupla visitou a casa deste surdo e obteve de seu pai autorização para voltar à casa e conversar com o filho.

Em cada uma das igrejas que funciona como base do trabalho o projeto tem um objetivo específico. Em Vila Valqueire já há um trabalho com surdos e o objetivo é iniciar uma igreja em Libras enquanto em Parque Anchieta o objetivo é fortalecer o trabalho, cuja líder é a surda Lidiane Ferreira, filha do pastor da Igreja. Em Heliópolis o objetivo é iniciar o trabalho com surdos, devido ao número de surdos existentes na comunidade.

Agradeçamos a Deus pelos voluntários que dedicam suas vidas para alcançar os surdos com a mensagem do evangelho e oremos para que muitas vidas sejam alcançadas e transformadas pelo amor de Deus.

veja também