Condenado à morte, cristão apela da sentença por blasfêmia

Ore para que essa situação seja resolvida e Masih consiga provar sua inocência

Fonte: guiame.com.brAtualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:02
condenado à morte no Paquistão
condenado à morte no Paquistão

Paquistão - condenadoNo dia 8 de março de 2013, o cristão Sawan Masih foi acusado de blasfêmia pela Seção 295C do Código Penal paquistanês.

Em 27 de março ele foi julgado e condenado à morte, mas dia 1ª de abril entrou com apelação contra a condenação na Suprema Corte de Lahore.

statisticamente, a maior parte dos acusados de blasfêmia no Paquistão são de tradição muçulmana, embora minorias religiosas como os cristãos tenham também um número desproporcional de vítimas. A vida de Masih está em risco desde que a alegação foi divulgada publicamente.

Insultar a religião de outra pessoa tornou-se um ato criminoso para as leis de blasfêmia do Paquistão.

Mas, como não é necessário comprovar muitas evidências em um registro de caso, acontecem muitas falsas acusações.

Ore para que essa situação seja resolvida e Masih consiga provar sua inocência.


com informações da Portas Abertas

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições