Coordenadora nacional do Ministério da JMN fala sobre os desafios do evangelismo com surdos

"Igreja irresístivel é aberta para todos" diz missionária

Atualizado: Quinta-feira, 10 Maio de 2012 as 11:50

Coordenado por Marília Moraes Manhães, o Ministério com Surdos da JMN visa capacitar igrejas para transmitir o amor de Deus aos surdos e despertar vocacionados surdos e ouvintes para esta grande obra missionária, através das clínicas de capacitação líderes para este ministério, Grupo de Estudo e Discipulado, Curso de formação missionária para trabalho com Surdos, e cursos da Língua Brasileira de Sinais, LIBRAS. 

Atualmente existem mais de 6 milhões de surdos brasileiros que não têm a oportunidade de ouvir a mensagem de salvação. Eles não podem compreender esta mensagem se não for pregada em sua língua, a Língua Brasileira de Sinais. "É necessário capacitar liderança formadora de discípulos, conforme a ordem deixada por Jesus em Mateus 28.19 e 20, e levar o povo de Deus ao conhecimento dos surdos, de sua língua e cultura", diz Marília ao GUIAME.

Em seu painel a missionária desafiou os participantes a pensar na evangelização dos surdos do nosso Brasil e despertou cada um deles para a urgência desta realidade em nosso tempo. "Uma igreja irresistível está aberta para todos, inclusive aos surdos" fala.

Leia Mais:

"A Igreja hoje é uma ofensa, escândalo" diz Walter McAlister

"A igreja precisa de faxina ética" diz Hernandes Dias Lopes

Para Marília a igreja deve conhecer os surdos que estão na sua cidade."Atualmente muitos surdos estão caminhando para a prostituição, homossexualidade e as drogas porque não conhecem a mensagem da cruz"

Segundo ela as igrejas precisam entender a importância do discipulado e evangelismo dos surdos." Surdos não são doentes, deficientes, muito menos burros. Eles fazem parte da população e possuem uma língua oficial"

Hoje a Junta de Missões Mundiais presta atendimento ao público surdo e ouvinte interessado na evangelização, capacitação e discipulado dos surdos, além de, orientar as igrejas que já atuam ou desejam implantar o ministério com surdos realizando cursos de Língua Brasileira de Sinais, em igrejas e associações de igrejas e instituições ligadas à CBB, favorecendo aprendizado da língua e cultura dos surdos. O curso tem a duração de seis meses e é ministrado por professores surdos nativos na língua. 

Outro projeto da missão é o projeto Alcance Surdos, que oferece a oportunidade para voluntários, motivados pelo amor de Deus, a alcançar os surdos brasileiros para Jesus, além de atender os campos carentes do trabalho com surdos. A ação evangelística se dá através de recenseamento de casas, realização de estudos bíblicos, cultos nas escolas e praças, atividades para crianças e outras. O trabalho social também é realizado através de palestras, de acordo a necessidade local e disponibilidade dos voluntários. A ação é realizada anualmente no período de 15 dias mostrando o amor de Deus aos surdos e seus familiares. 

Por Pollyanna Mattos

veja também