Crianças especiais russas ouvem o Evangelho

Crianças especiais russas ouvem o Evangelho

Atualizado: Quarta-feira, 25 Agosto de 2010 as 9:15

Um grupo de 21 pessoas, da Mission Network News (MNN), Way-FM e o Orphan Outreach, viajou a São Petersburgo, Rússia, para compartilhar o Evangelho à crianças de quatro orfanatos.

Durante os meses de verão, muitas crianças dos orfanatos vão para acampamentos fora da cidade de Saint Petersburg. Lá, eles passam o verão nas zonas rurais, perto das praias e nas florestas.

A equipe Way-FM, da MNN, programou programas de férias da escola bíblica em cada um dos acampamentos que visitou. Eles atenderam crianças de quatro orfanatos na região e compartilharam testemunhos pessoais e histórias da Bíblia com os adolescentes, desde artesanato, jogos e outras brincadeiras divertidas para mais de 200 crianças durante a visita.

Algumas das crianças queriam saber mais sobre como ter uma casa com Jesus e desta forma, elas tiveram as sementes do Evangelho plantadas em seus corações. Além disso, elas deixaram uma impressão incrível em muitos membros da equipe.

Katie Johnson, um professor de arte, diz que notou uma menina no campo de necessidades especiais que tinha um dom para o desenho. "Estas crianças têm talento. Elas têm habilidades que só não estão sendo realizados porque não há ninguém lá para olhá-los e dizer, 'Oh, você é tão bom nisso. Deixe-me ajudá-lo. a começar o treinamento”.

Johnson não sabe qual é a solução, mas diz que “gostaria de saber o que poderia ser feito e como podemos ajudar essas crianças a encontrar programas onde se pode aprender a desenvolver suas habilidades e seus talentos", afirma.

Deus usou uma menina com síndrome de Down para falar com a Emily McKee. "Eu não sei, só que realmente me tocou o fato dessa menina não ter chances aqui. Na América, ela iria para a escola e seria como outras crianças, e teria uma vida com outras crianças da sua idade".

No entanto, na Rússia, McKee diz: "ela só vai deixar o orfanato para ir a uma instituição em que ficará o resto de sua vida e nunca mais será vista pelo povo da Rússia", lamenta.

Pelo menos dois da equipe gostariam de participar do programa de estágio Orphan Outreach, na Rússia. Outros gostariam de voltar para ajudar em áreas específicas do ministério.

veja também