Cristão morre após ser torturado na prisão

Cristão morre após ser torturado na prisão

Atualizado: Quinta-feira, 6 Maio de 2010 as 8:58

No dia 11 de março de 2010, após um longo período de tortura, um cristão vietnamita faleceu.

K'pa Lot foi preso no dia 20 de março de 2007, por falar sobre sua fé publicamente, em Phu Yen. Ele foi mantido isolado dos outros prisioneiros e era transferido todas as vezes que agências locais e internacionais visitavam para monitorar o local.

No dia 9 de março de 2010, K’pa foi levado da prisão para um hospital em Pleiku. Antigamente, as autoridades vietnamitas libertavam os prisioneiros logo antes de morrerem, para que não constasse nos registros oficiais.

Scott Johnson, porta-voz da Fundação Montagnard, descreveu as condições em que K’pa Lot foi levado ao hospital: "Sua família não o reconheceu. Ele estava inchado e tinha ferimentos em todo o corpo e rosto. Ele não conseguia se mexer, ou comer, e mal conseguia falar".

"K'Pa sussurrou para sua esposa como ele tinha sido torturado na prisão, e como era agredido diariamente pelas autoridades. Ele disse que eles o batiam com qualquer coisa que tivessem nas mãos, querendo que ele morresse."

K’Pa Lot faleceu dia 11 de março de hemorragia interna.

veja também