Cristãos egípcios são condenados à morte por filme que insulta Maomé

Cristãos são condenados à morte por filme que insulta Maomé

Atualizado: Sexta-feira, 30 Novembro de 2012 as 11:08

 

Julgados à revelia, sete cristãos foram condenados a morte pela produção de um filme que insulta Maomé e a religião islâmica.
 
Entre eles, o produtor Mark Basseley Yussef, e o autor Nakoula Bassely Nakoula.
 
O vídeo do filme causou uma onda de protestos em diversos países muçulmanos. A condenação foi sentenciada em um tribunal do Cairo.
 
“As sete pessoas acusadas foram condenadas por insultos à religião islâmica através da participação na produção e distribuição de um filme que insulta o islã e seu profeta”, disse o juiz Saif al-Nasr Soliman
 
 
com informações de Terra e G1
 

veja também