Cristãos sofrem ameaças de expulsão

Cristãos sofrem ameaças de expulsão

Atualizado: Quinta-feira, 25 Novembro de 2010 as 5:31

Em janeiro de 2010 os oficiais e aguranças locais expulsaram 11 famílias cristãs à mira de armas da aldeia de Katin, no sul do Laos, por sua fé cristã.

O fato sucedeu depois de meses de perseguição, que incluiu confiscos de propriedades, detenções e tortura, além do assassinato de um camponês cristão. Apesar disso, mais duas famílias posteriormente em Katin assumiram o compromisso de seguir Jesus Cristo.

As famílias cristãs expulsas têm sofrido com a doença e a fome em abrigos erguidos na orla da selva. Em julho, eles disseram que só podem regressar à aldeia, se desistirem de sua fé.

Caso contrário como foi avisado, se tentarem retornar sendo cristãos eles serão fuzilados. Porém, na sequência deste anuncio mais quatro famílias em Katin aceitaram a Cristo.

O chefe de Katin e seguranças locais abordaram estas seis novas famílias cristãs no início de novembro com o ultimato: renunciar à fé cristã antes de janeiro de 2011 ou serião expulsas.

Tradução: Carla Priscilla Silva

veja também