Cuba: Agência pede que pastores sejam soltos imediatamente

Cuba: Agência pede que pastores sejam soltos imediatamente

Atualizado: Quarta-feira, 21 Outubro de 2009 as 12

A agência Christian Solidarity Worldwide pede para que dois líderes cristãos sejam soltos imediatamente. Eles foram acusados de realizar ''atividades financeiras ilegais'', depois de distribuírem ajuda financeira para igrejas necessitadas na província de Guantánamo.

De acordo com outros líderes, todo o dinheiro foi enviado legalmente por igrejas batistas na Flórida.

Os pastores Ruben Ortiz Columbie e Francisco Garcia Ruiz foram presos no dia 3 de outubro, e estão detidos desde então. Os líderes de igrejas foram impedidos de visitar os homens e suas famílias só puderam vê-los uma vez, durante 20 minutos, na sexta-feira, dia 16 de outubro.

Ambos são líderes na Convenção Batista Oriental, uma das maiores denominações da ilha. Outros cristãos dizem estar chocados e estarrecidos com a prisão dos dois homens, pois a igreja realiza esse tipo de trabalho há anos, e particularmente neste último, já que Cuba foi atingida por três grandes furacões.

O pastor Ortiz Columbie, 68, é um professor de Economia no Seminário Batista de Santiago, e lidera o departamento de ?projetos especiais?. Fontes na denominação acreditam que os trabalhos realizados pelo pastor podem estar por trás das prisões. O pastor Garcia Perez, 46, é líder do ministério de jovens da igreja.

Tina Lambert, uma das diretoras da CSW, afirma: ''Pedimos que o governo cubano liberte os pastores imediatamente. Esse dois homens estavam trabalhando abertamente para melhorar a situação de seus irmãos cubanos que vivem na pobreza''.

veja também