Desafios mundiais: Afeganistão

Desafios mundiais: Afeganistão

Atualizado: Sexta-feira, 13 Janeiro de 2006 as 12

Afeganistão é um pais marcado por  conflitos internos e guerras.

Ingrid Cicca

[email protected]

O Afeganistão desde a Antiguidade tem sido marcado por guerras, invasões e conflitos internos. O país tem uma posição estratégica, é um ponto de confluência para o comércio e para as conquistas na Ásia. Por isso, durante muito tempo o país foi disputado por muitos países. Numa dessas disputas, o país acabou sendo invadido e ocupado pela União Soviética, em 1979. Mas, os soviéticos não conseguiram derrotar os militantes islâmicos afegãos e, em 1989, se retiraram do país.

Esse período foi marcado por grande confronto, envolvendo os Estados Unidos e os países vizinhos.

Foi na década de 90, que o milícia islâmica Taliban (movimento religioso sunita da etnia pashtun e que originalmente era um grupo de estudantes fundamentalistas) assumiu o poder no país. O Taliban se apropriou da maioria do país e instituiu a Sharia, a lei islâmica, defendendo práticas extremistas, dentre elas a exclusão total das mulheres da sociedade.

Saiba mais sobre as mulheres muçulmanas.

Dentre outras coisas, a Sharia prevê a amputação de membros em casos de roubo,  a execução de criminosos, o açoite em praça pública de consumidores de bebida alcoólica etc.

O Afeganistão é um país extremamente pobre. Dois terços da população vivem com menos de dois dólares americanos por dia. Segundo o Fundo Monetário Internacional – FMI, metade da renda do país é gerada pela produção do ópio, droga extraída da papoula e matéria-prima para a heroína. Esse é um dos motivos pelos quais a ajuda externa ao país é dificultada.

Dentre os motivos que geram conflitos no país, um deles estão relacionados com os grupos que interpretam o texto sagrado, Corão, de forma radical e pegam em armas para impor a fé islâmica. O país também não é bem visto pela comunidade internacional devido ao abrigo que dão à Al Qaeda de Osama bin Laden, o dissidente saudita suspeito de ser o responsável pelo ataque terrorista de 11 setembro de 2001 nas Torres Gêmeas (World Trade Center} em Nova York. Por conta desse abrigo, em outubro de 2001, algumas cidades afeganes foram bombardeadas pelos EUA e Reino Unido.  Como conseqüência, milhares de afegãos fugiram para o Paquistão, que deixou de ser aliado do Taliban e uniu-se aos EUA. Em dezembro de 2001, o país sela o fim do regime Taliban e com isso, muitos direitos antes violados pelos fundamentalistas, como o direito de ir e vir das mulheres, passam novamente a serem respeitados.  Em Janeiro de 2004, o país instituiu um regime presidencialista islâmico, com direitos iguais para todos, homens e mulheres.

veja também