Desafios Mundiais: Índia

Desafios Mundiais: Índia

Atualizado: Sábado, 14 Janeiro de 2006 as 12

[email protected]

A Índia é o segundo país mais populoso do mundo mas, estima-se que por volta de 2050, o  país ultrapasse a China e se torne a nação mais populosa do planeta, com mais de 1,5 bilhão de pessoas.

A civilização indiana é uma das mais antigas do mundo com uma história de mais de cinco mil anos. O país abriga uma enorme diversidade cultural e étnica, a contar pela babel lingüística: ao todo são 1652 línguas faladas. A Índia é um país de muitos contrastes: mesmo com o 11º maior Produto Interno Bruto (PIB) mundial em 2001, pesquisas oficiais mostram que aproximadamente 600 milhões de pessoas vivem em uma situação de extrema pobreza. Mas, isto não tem sido motivo para conflitos no país pois segundo o hinduísmo – religião predominante na Índia -  a pobreza é uma forma de desapego das riquezas e dos prazeres mundanos.

Hoje cerca de 74,5% da população da Índia é hinduísta. Os hindus acreditam e adoram vários deuses (politeísmo) dentre eles, destacam-se: Brahma (criador), Shiva (destruidor) e Vishnu (protetor). Acreditam também nas reencarnações regidas pelos carmas. Para os hinduístas, após a morte de uma pessoa, a alma renasce numa nova criatura vivente ou até mesmo num animal.  Alguns animais são referenciados no país, dentre eles a vaca, considerada sagrada pelos indianos. Para eles, as vacas são símbolos de caridade e generosidade, pois elas suprem todas as necessidades humanas.

Apesar do hinduísmo prevalecer  entre os indianos, o islamismo já é a segunda maior religião do país. São quase 12%, ou seja, cerca de 120 milhões de muçulmanos no país. Os cristãos indianos correspondem a 6% da população. A evangelização é dificultada principalmente em alguns estados onde prevalecem leis contra a conversão religiosa. Existem cerca de 600 aldeias totalmente não-alcançadas pelo Evangelho.

A sociedade indiana é dividida em castas. Originalmente, as castas eram apenas quatro: os brâmanes (nobres),  os xatrias (guerreiros), os sudras (escravos) e os parias (impuros, sem –castas) mas, na medida em que a sociedade foi se desenvolvendo, novas castas foram surgindo ao passo que no início do século XX haviam cerca de 3 mil castas. Cada casta, tem suas próprias regras de conduta. A pessoa pertencente a um determinado tipo de casta, só pode casar-se com pessoas de seu próprio grupo. Além disso, dependendo do grupo social no qual a pessoa pertence já estão predeterminados à suas  respectivas profissões, hábitos alimentares, vestuários etc.

A Índia é tida como um dos países mais místicos do mundo. O cheiro de insenso misturado com os odores exóticos dos temperos e comidas vendidos ao céu aberto e rituais e modo de vida milenares estão presentes por todo o país.

Um dos mais conhecidos pontos históricos da Índia, é o Taj Mahal, monumento feito com mármore branco e ricamente decorado com pedras preciosas, construído entre 1631 e 1648, na época do imperador mongol Sha Jahan e que serve como túmulo para sua amada Arjumand Banu Bagam.

veja também