Deus age no meio dos cristãos iraquianos

Deus age no meio dos cristãos iraquianos

Atualizado: Sexta-feira, 4 Dezembro de 2009 as 12

Leia os relatos abaixo e veja como Deus tem agido em meio ao povo iraquiano. Conversões milagrosas demonstram a ação do Espírito Santo

"Eu fui a uma clínica médica, mas não sabia que ela era gerenciada por cristãos. Quando estava lá esperando, vi alguns livros cristãos na sala de espera. Não fiquei à vontade com aquilo, mas tive de esperar já que precisava do tratamento. Quando fui embora, o médico me deu uma cópia do filme "Jesus" e como todos os taxistas fazem, coloquei o filme no painel do carro", disse Malo, taxista no Iraque, que era um muçulmano fanático, mas agora é um cristão. "Duas horas depois, voltei à clínica com o rosto branco e tremendo de medo, dizendo ao médico que o filme tinha salvado minha vida."

Malo continuou: "estava dirigindo e me vi em um posto de controle ilegal onde muçulmanos xiitas fanáticos portando armas, arrancavam as pessoas de seus carros e as matavam instantaneamente. Fiquei preso ali, sem poder escapar e entrei em pânico. Vi pessoas sendo mortas na minha frente. E então, chegou a minha vez! O atirador xiita olhou em meu carro e seus olhos estavam fixos no filme "Jesus". Ele disse: "Este é um cristão imundo, não é um sunita, podemos deixá-lo passar". Fui direto para casa, tremendo de medo. Assisti ao filme e fui salvo pelo testemunho e a história de Jesus Cristo. Hoje, tento presentear todos os taxistas com o filme e todo o material que possuo para distribuir."

A história de Hamza

"Quando me converti, fui separado de minha esposa por quarto anos e orava por ela todo tempo", conta Hamza, compartilhando sua história. "Então, o milagre aconteceu e minha esposa entregou-se ao Senhor. A partir daquele momento, nos unimos novamente e estávamos indo bem. Até aquele dia específico quando o medo se apoderou de nossas vidas. Meu cunhado veio até minha esposa com uma arma. Ele pediu que ela renunciasse sua fé em Cristo. Ela caminhou até ele e com a arma na boca disse: ?Você pode me matar agora, mas não renunciarei a Cristo?. Após dizer isso, ele a deixou. Agora ela vive com medo e já mudamos sete vezes. As pessoas dizem que somos um incômodo para a vizinhança. Estou tão desanimado que só fico em casa sentado sem fazer nada e sentindo-me depressivo. Por favor, ore por mim e por minha esposa."

O testemunho de Gamil

Gamil, de Bagdá, conta sua história: "Há muitos anos conheci o Senhor e fui preso e interrogado. Pediram por dinheiro para me liberar. ?Vocês podem me matar?, eu disse. ?Nós (minha família) não temos esse dinheiro e, de qualquer forma, vou para o céu?. Eles me levaram para o centro da cidade e pensei que eles me deixariam ir, mas eles atiraram em minha cabeça. Alguém me encontrou do outro lado da estrada e me levou ao hospital. Essas pessoas salvaram minha vida. Enquanto estava baleado e jogado na rua, tive a visão de um anjo. Ele me deu tanta paz e eu sabia que Deus estava comigo".

Ore por esses irmãos e seus familiares para que eles sejam fortalecidos em sua fé. Peça a Deus que conforte seus corações e que eles tenham em mente que, mesmo em meio às dificuldades que enfrentam por servir ao Senhor, possam estar seguros de que não estão sozinhos e são preciosos para Cristo.

Interceda para que seus familiares, que não são cristãos respeitem sua escolha e com o testemunho de amor deles, possam aproximar-se de Jesus e desfrutar de Seu amor e cuidado. Apresente a vida desses irmãos em suas reuniões de oração e divulgue suas histórias para que assim, mais pessoas intercedam por eles.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também