Dez anos do projeto Sombra e Água Fresca

Dez anos do projeto Sombra e Água Fresca

Atualizado: Quinta-feira, 7 Outubro de 2010 as 11:06

O Expositor Cristão deste mês traz dessa vez uma entrevista com Teca Greathouse, a Agente Nacional do projeto “Sombra e Água Fresca” – que completou 10 anos de muito trabalho em outubro. Durante a conversa, a agente nos contou um pouco mais sobre sua inserção neste trabalho social, bem como o seu desenvolvimento nos últimos anos.

Como surgiu a ideia do projeto e como você se inseriu nele? Eu não fazia parte do grupo que desenvolveu a ideia do Projeto na época. Mas, segundo Lucia Leiga, então Secretária Nacional de Ação Social, a ideia surgiu durante um encontro do Departamento Nacional de Trabalho Com Criança em 1998 no qual a equipe responsável por esse ministério definia e refletia sobre o tema da Vigília Nacional daquele ano. Durante essa reflexão discutiu-se sobre a ideia de que, se havia uma prioridade missionária para a Igreja Metodista no Brasil, essa prioridade tinha que ser a criança. O desafio era como concretizar essa prioridade. Como sensibilizar e apoiar as igrejas locais para acolherem as crianças e adolescentes de suas comunidades. Os templos e salas de escola dominical, na maioria das vezes ficam sem nenhuma utilização durante a semana. Por que não usá-los para de forma criativa receber nossas crianças, oferecendo-lhes oportunidade de crescimento por meio de um programa educativo que fosse novidade, que contribuísse para seu desenvolvimento integral de forma criativa e dinâmica.

Por que você aceitou o desafio?

Minha ação missionária a principio se desenvolveu nos limites da Quarta Região Eclesiástica. Mas no final da década de 90 fui desafiada a participar de projetos da área nacional da Igreja. E ha seis anos fui indicada para desempenhar a função de Agente Nacional do Projeto Sobra e Água Fresca em conjunto com uma dedicada e muito comprometida equipe de trabalho.

De que maneira os ensinamentos da Palavra de Deus são passados por meio das atividades sócio-educativas? A Educação Cristã é o núcleo básico e essencial do Projeto Sombra e Água Fresca. E para que ela aconteça de forma sistemática, criativa e contextualizada uma grande equipe de educadores cristãos produziu um material especifico para uso nos projetos. São três cadernos elaborados na perspectiva de uma educação por valores e fundamentados nos ensinamentos bíblicos. Esses cadernos são compostos de vários estudos, reflexões e atividades práticas que ajudam as crianças e adolescentes a se conhecer, a conhecer sua comunidade, a entender a palavra de Deus contida na Bíblia, refletir sobre suas mensagens, assimilar os valores cristãos e se engajar na promoção da justiça, do amor e da paz, elementos essenciais no Reino de Deus. Para ministrar a Educação Cristã nos projetos o educador/a tem que passar por uma capacitação, conhecer todo o material didático, entender a proposta pedagógica e desenvolver a criatividade no uso de recursos diversos como jogos, dinâmicas, musica etc.

O Projeto hoje acontece em quais regiões do Brasil?

Em cinco das seis regiões eclesiásticas, na REMNE e na REMA

Em qual dessas regiões você sente que a Igreja precisa se mobilizar mais, seja por motivos de pobreza ou mesmo por um desenvolvimento insuficiente da Igreja de Jesus nessa região? Por quê? Ha três anos a Equipe Nacional decidiu priorizar a RENME e a REMA na expansão do Projeto Sombra e Água Fresca por se tratar de regiões missionárias e por concentrarem o maior índice de pobreza no Brasil. Isso não significa, porém, que não estejamos investindo também no desenvolvimento de projetos nas outras regiões. Nosso grande sonho é que todas as igrejas e congregações metodistas no país possam um dia acolher as crianças empobrecidas de sua comunidade, oferecendo-lhes "Sombra e Água Fresca".

A Igreja tem se unido como corpo pra frentes sociais como essa?

Historicamente a Igreja Metodista sempre promoveu o trabalho social como parte de sua missão. A Igreja Metodista não divide o Evangelho, ela o promove integralmente através de atos de misericórdia e atos de piedade. Conseqüentemente um dos elementos mais conhecidos da identidade metodista é seu compromisso social. Com esse compromisso dezenas de igrejas locais vêem se unindo na visão e nas ações propostas pelo ministério do Projeto Sombra e Água Fresca em suas comunidades.

São dez anos de Sombra. Qual é o sentimento?

Já caminhamos bastante, apesar das limitações e dos tropeços. Mas a estrada é longa e o arco-íres é distante. Talvez nunca o alcancemos, mas seguiremos comprometidos e sonhando com o dia em que toda igreja metodista no Brasil abra suas portas, utilize seus espaços e coloque seus dons a serviço das nossas crianças.  

veja também