Eriteia: Governo muda táticas de interrogatório para pressionar cristãos

Eriteia: Governo muda táticas de interrogatório para pressionar cristãos

Atualizado: Segunda-feira, 27 Julho de 2009 as 12

Os cristãos na Eritreia relataram que o governo mudou suas táticas para suprimir a fé evangélica no país.

Em uma carta vinda de um local para proteção de fontes, os cristãos presos contaram como os métodos de interrogatório dos oficiais mudou. De acordo com os autores da carta, os oficiais do local - e também de outros centros de detenção - estão tentando fazer os prisioneiros cristãos admitirem que suas igrejas participam no trabalho da CIA em favor do governo dos Estados Unidos.

Os cristãos eritreus explicaram que se os convertidos cederem à pressão, eles podem ser forçados a testemunhar contra suas igrejas em um tribunal militar. Parece que um veredicto nesse tribunal pode ter severas implicações para organizações cristãs importantes.

De acordo com fontes, todos os prisioneiros confrontados dessa maneira se recusaram a ceder, o que resultou em tortura física e psicológica.

Mais de 2.800 cristãos continuam detidos em prisões eritreias, por se recusar a deixar sua religião. Esses cristãos são mantidos em condições sub-humanas, enfrentando torturas, falta de alimento e temperaturas insuportáveis.

Apesar de o governo ter legalizado o culto nas igrejas luterana, católica e ortodoxa, há registros de perseguição contra cristãos de todos esses grupos.

Pedidos de oração

Os cristãos eritreus pediram nossas orações para que os cristãos presos continuem firmes, e para que tudo isso traga glória para o nome de Deus. Ore pelos líderes de igrejas que não foram presos e continuam trabalhando apesar das dificuldades e perigos. Ore por ousadia e sabedoria. Ore pelos familiares de todos os presos, que muitas vezes perdem sua fonte de sustento. Ore para que eles recebam a fidelidade e a provisão do Senhor. Interceda para que Deus continue possibilitando as visitas dos familiares aos presos, para que assim eles recebam encorajamento e lembrem-se de que não estão sós. Postado por: Felipe Pinheiro

veja também