Eritreia: Milhares de pessoas pedem libertação de cristãos

Eritreia: Milhares de pessoas pedem libertação de cristãos

Atualizado: Terça-feira, 26 Janeiro de 2010 as 12

Um documento pedindo pela liberdade religiosa para os cristãos da Eritreia recebeu mais de 43.000 assinaturas.

A petição foi entregue para a Embaixada eritreia por Michael Nazir-Ali, patrono do ministério contra a perseguição Release International.

Michael afirmou: “Queremos assegurar para o governo do país que os cristãos são cidadãos leais e não apresentam nenhum perigo para a integridade da nação”.

''Pedimos para que o governo garanta a liberdade de se reunir, cultuar e se expressar para todos os cristãos''.

A Eritreia tem sido o foco do ministério nos últimos meses. Afirma-se que mais de 2.000 cristãos foram presos por causa de sua fé, sendo que alguns foram colocados em celas subterrâneas ou em contêineres, onde as temperaturas são muito frias durante a noite e muito quentes durante o dia.

Centenas de pessoas fugiram da Eritreia para os países vizinhos, como Sudão, Eitópia e Iêmen, atravessando rios cheios de crocodilos e campos minados, correndo o risco de serem mortos na fronteira.

''Aqueles sobre quem estamos falando só querem viver em liberdade, como cidadãos comuns'', disse Andy Dipper, diretor da Release International.

''Mesmo assim, muitos são mortos, aprisionados e torturados somente por serem cristãos''.

''Nossa mensagem para a Eritreia é para que cesse a violência. Pedimos que o país honre o direito à liberdade religiosa, garantido na própria Constituição''.

veja também