Estacionamento é transformado em igreja para atrair moradores de rua

Com a intenção de envolver pessoas sem-teto nos cultos, a igreja se estabeleceu em um estacionamento no centro de Alabama, nos EUA.

fonte: Guiame, com informações da Baptist Press

Atualizado: Sexta-feira, 15 Fevereiro de 2019 as 3:08

Keith Akins batiza homem em um estacionamento no centro de Birmingham, Alabama. (Foto: Reprodução/Baptist Press)
Keith Akins batiza homem em um estacionamento no centro de Birmingham, Alabama. (Foto: Reprodução/Baptist Press)

Os abrigos da cidade de Birmingham, em Alabama, passaram a receber a frequente visita de Keith Akins, depois que ele se sentiu chamado a fazer algo novo. “Queríamos entrar nos lugares escuros e esquecidos da cidade onde ninguém ia”, disse ele à Baptist Press.

Junto com sua família e amigos, Akins passou a preparar refeições e distribuir para pessoas sem-teto — em algumas ocasiões, era possível levá-los para comer em restaurantes. Não importa onde fosse o encontro, os ensinamentos de Jesus eram sempre o assunto principal.

“Foi como ler o Evangelho”, descreveu. “Jesus adorava sentar e compartilhar uma refeição. Nós apenas sentávamos, comíamos e conversávamos normalmente. Construímos alguns relacionamentos fortes”.

Naquela época, ele havia começado uma igreja em sua casa, a Church at Southside, que cresceu e precisava de seu próprio prédio. Akins queria que fosse um lugar onde qualquer um se sentisse à vontade, mas os desabrigados não se abriram à ideia de frequentar um templo.

“Eu sempre ouvia histórias de que eles não tinham as roupas certas. Eu dizia a eles que era diferente, que poderiam vir exatamente como estavam, mas diziam: ‘Não, eu já estive na igreja antes’ e depois me contavam histórias horríveis. Isso quebrou meu coração”, disse Akins.

A igreja começou a se reunir em um espaço alugado na esperança de incluir os sem-teto, mas nenhum deles entrou pelas portas. “Eu me lembro de perguntar a Deus: ‘Eu sei que o Senhor os colocou no meu coração, o que Você quer que eu faça?’. E senti o Espírito Santo me incentivando: ‘Por que você não vai até eles?’”, contou.

Naquele momento, a congregação de 40 membros desistiu de renovar o contrato do aluguel e tiveram a ideia de ser uma “igreja móvel”. Eles carregaram um caminhão com comida e pararam em um estacionamento no centro da cidade.


A igreja atrai mais de 100 pessoas para o café da manhã, culto e distribuição de alimentos. (Foto: Reprodução/Baptist Press)

Em novembro de 2016, nas primeiras três semanas, ninguém apareceu. Hoje mais de 100 pessoas se reúnem todos os domingos no estacionamento de uma agência de publicidade.

Todos tomam café da manhã juntos antes do culto e, no final, os desabrigados recebem uma cesta de alimentos. Nos últimos dois anos, a igreja serviu mais de 10 mil refeições.

Akins destaca que a igreja quer receber a todos de braços abertos, não importa sua condição. Se houver pecado, o amor de Jesus é capaz de transformar. “São pessoas de diferentes estilos de vida. Nem todos que vêm são desabrigados — alguns estão em casas e apartamentos de baixa renda”, explica.

A generosidade passou a ser uma característica na congregação do estacionamento. Muitas vezes, os membros levam dinheiro ou comida para distribuir às pessoas que precisam mais.

“É uma bela imagem do Reino de Deus”, disse Akins. “Nós não temos tudo planejado, mas Deus está trabalhando”.

veja também