Evangelistas do estado do Pará levam luz em meio ao luto

Evangelistas do estado do Pará levam luz em meio ao luto

Atualizado: Sexta-feira, 20 Agosto de 2010 as 11:32

Quando se perde um ente querido, pensamentos e sentimentos são vivenciados internamente pelos familiares e amigos que entram em um estado de luto. Em alguns casos, palavras de consolo ou de ânimo não são suficientes para confortar quem passa por esse momento.

Com o objetivo de levar esperança e alívio espiritual aos enlutados, o grupo de evangelização de Belém (PA) realiza orações no Instituto Médico Legal (IML) do bairro de Bengui. O trabalho começou há 6 anos e conta com aproximadamente 40 voluntários, que todos os domingos se dirigem ao local para prestar apoio aos que sofrem.

De acordo com o pastor responsável pela evangelização no estado, Olavo Morais de Souza Neto, o trabalho é delicado e exige preparo para lidar com as pessoas em um momento de emoção, por isso, semanalmente os voluntários participam de reunião em que, com a ajuda de um manual, recebem orientações específicas para o momento de evangelização no IML. “É um trabalho que exige muito cuidado, pois a pessoa normalmente fica fragilizada emocionalmente quando vai identificar o corpo do ente querido, mas nós estamos lá para confortá-la e mostrar que, apesar da dor da perda, a vida continua e Jesus está ao lado dela”, explica.

A empresária Linda Leão (foto ao lado), de 46 anos, é voluntária do grupo há quase 2 anos e conta que teve que se segurar várias vezes para não se deixar levar pela emoção durante o acompanhamento: “Nós encontramos pessoas totalmente desoladas e que em alguns casos perderam até a vontade de viver. Quando oramos e falamos do amor de Jesus muitas se acalmam e passam a refletir.”

O apoio espiritual não se limita a porta do Instituto. Durante as abordagens, os voluntários anotam o endereço dos aflitos e mantêm o acompanhamento nos meses seguintes. De acordo com Linda, já é possível encontrar nas reuniões da Igreja pessoas que foram evangelizadas por esse trabalho e se converteram ao Senhor Jesus. “É um trabalho muito forte e que vemos a mão de Deus nele”, finaliza.

Você pode obter mais informações acessando o blog do grupo: http://grupoimlpa.blogspot.com

veja também