África: Burkina Fasso experimenta mais do amor de Deus

África: Burkina Fasso experimenta mais do amor de Deus

Atualizado: Sexta-feira, 16 Outubro de 2009 as 12

As chuvas que atingiram Burkina Fasso durante o mês de setembro fizeram os burquinenses dependerem mais de Deus e experimentarem um pouco do Seu amor. O que parecia uma tragédia, acabou se transformando em bênção. O temporal de proporções diluvianas serviu para que a missionária de Missões Mundiais naquele país africano, Cristiane de Jesus Oliveira, mostrasse ao povo o cuidado do Senhor para com eles. Ela recolheu donativos e doou às pessoas que perderam seus poucos bens nas enchentes.

''Foi uma oportunidade de mostrar o amor de Deus a essas pessoas que, outrora fechadas, principalmente por causa do islamismo, agora abrem o coração para ouvir a Palavra de Deus'', diz a missionária.

Ao todo, as chuvas deixaram 150 mil desabrigados. Só na igreja onde a missionária congrega, oito famílias perderam todos os seus pertences. A igreja se mobilizou e apoiou não só a essas famílias, mas à população em geral. A missionária Cristiane pôde ajudar através da distribuição de donativos e do transporte de parte das doações feitas pela Missão Batista dos Estados Unidos.

No final de setembro, os desabrigados foram agraciados com a exibição do filme Jesus em frente à igreja. A data parecia um pouco imprópria, pois era véspera do fim do Ramadã, o jejum dos muçulmanos, e a batalha espiritual foi grande. Mas Deus deu a vitória, segundo a missionária. Ela conta que o público vibrou o tempo inteiro, batendo palmas a cada milagre de Jesus.

''Quando os demônios eram expulsos, todos comentavam do poder de Jesus. Maravilhoso! Até chorei de emoção, pois muitos deles foram, ou são, atormentados por espíritos malignos. Mas ver o poder de Jesus, lhes trazia muita alegria e segurança'', relata.

Nos dois primeiros dias de exibição do filme, 13 pessoas se entregaram a Jesus. Um fato quase impensável, já que muitos são de famílias muçulmanas e não querem se expor publicamente. A média de público, por dia, foi de 100 pessoas. No último dia chegou a 200, uma boa frequência de crianças. Na hora do apelo, 50 meninos e meninas entregaram suas vidas a Jesus. Provavelmente sem o conhecimento de seus pais muçulmanos, muitas destas crianças já passaram a ir aos cultos.

A todos que, direta ou indiretamente, colaboram com a obra de Deus em Burkina Fasso a missionária Cristiane deixa a seguinte mensagem: ''Wennam Ning Zugu Barka'' (Deus te abençoe).

veja também