Garota cristã de 14 anos é sequestrada por muçulmanos

Garota cristã de 14 anos é sequestrada por muçulmanos

Atualizado: Terça-feira, 30 Agosto de 2011 as 2:59

Um grupo de muçulmanos sequestrou uma garota cristã de 14 anos, ameaçando-a com uma arma na frente de todos. O incidente ocorreu em 17 de agosto, em Shisharwali, uma área residencial da cidade de Gujranwala, em Punjab.

De acordo com relatórios da Christian Post do Paquistão (PCP), Mohammadm Tayeb,  acompanhado de quatro outros muçulmanos, invadiu a casa de Rashid Masih, em plena luz do dia, e apontou armas para a cabeça de sua filha, Mehek, forçando-a a entrar em um carro branco.

Dois jovens cristãos, Imran Masih e Mehboob Masih, tentaram resgatar a menina, mas Mohammad Tayeb apontou a arma para eles e ameaçou disparar. “Ela é uma Choori”, gritou o muçulmano, usando um termo pejorativo para a cristã.

Ele também acrescentou que “Mehek Choori seria purificada, pois iria se converter ao islamismo e se tornaria a esposa dele”.

Fontes relatam que os ativistas locais cristãos do APMA  tentaram denunciar o incidente à polícia, mas os agentes não queriam abrir uma investigação sobre o evento ocorrido, uma vez que Tayeb é uma pessoa influente na comunidade muçulmana.

O arcebispo emérito de Lahore, Lawrence John Saldanha, salientou que esses tipos de casos são muito comuns no Paquistão e as famílias das meninas podem fazer muito pouco – ou nada – para salvar as vítimas de seus sequestradores. Ele acrescenta: “As famílias muçulmanas têm vantagem, porque a lei as favorece.”

“Esses episódios são tristes e trágicos para a comunidade cristã e representam uma das muitas cruzes que as minorias, sem esperança, carregam no Paquistão”, acrescentou o arcebispo Lawrence.

Tradução: Lucas Gregório

veja também