Governo do Vietnã emite manual para controlar atividades cristãs

Governo do Vietnã emite manual para controlar atividades cristãs

Atualizado: Quarta-feira, 8 Julho de 2009 as 12

Um manual interno obtido pela Christian Solidarity Worldwide (CSW) revela detalhes das intenções constantes das autoridades de controlar as atividades religiosas, principalmente entre protestantes.

O manual, intitulado "Manual de treinamento para as obrigações envolvendo a religião protestante" foi emitido por um departamento do governo, o Escritório Central de Assuntos Religiosos.

Em uma reportagem, a CSW fornece uma análise do documento, uma versão revisada daquela amplamente criticada dos manuais em 2006 e 2007. O relatório aponta que, apesar de o novo manual ser menos crítico ao protestantismo e sua retórica, ele mantém uma dúvida quanto à religião protestante, e seu visível potencial de ser abusado por "forças hostis" para criar instabilidade política.

O trecho que faz referência a renúncias de fé é particularmente preocupante. Apesar de o documento deixar claro que abandonar a religião é proibido, ele encoraja os oficiais locais a "criar os meios" para que recém-convertidos ao protestantismo voltem para suas crenças tradicionais se "precisarem" fazer isso.

A reportagem pede que o governo vietnamita crie medidas para prevenir qualquer tentativa de forçar os protestantes a renunciarem sua religião, retire palavras provocativas que levantem dúvidas em relação ao protestantismo e faça emendas que deem ao governo controle direto sobre os cultos e práticas religiosas de igrejas registradas, para que elas possam receber autonomia.

Experiências anteriores dos protestantes no Vietnã, particularmente entre minorias, incluíram tentativas de forçar o abandono de sua religião através da tortura, agressão e ameaças. Nos últimos anos, muitos protestantes foram presos por causa de sua fé, e muitas mortes foram atribuídas às autoridades. Até as igrejas registradas foram monitoradas e restringidas pelas autoridades locais.

Para ler o manual na íntegra, clique aqui (manual em inglês).

Tradução: Portas Abertas / Christian Solidarity Worldwide

Postado por: Felipe Pinheiro 

veja também