Grupo cristão investirá no combate à exploração sexual durante a Copa

Grupo cristão investirá no combate à exploração sexual durante a Copa do Mundo

Atualizado: Quinta-feira, 23 Janeiro de 2014 as 10:20

Grupo cristão investirá no combate à exploração sexual durante a Copa do MundoCombater a exploração sexual e a escravida moderna são algumas das metas da Calvary Chapel - uma igreja evangélica  de Fort Lauderdale (sul dos EUA). A ideia é focar em grandes eventos esportivos - como Copa do Mundo de Futebol  (Brasil) e o "Super Bowl" (Estados Unidos), em Nova Jersey - por estes serem apontados como ocasiões nas quais o tráfico humano se intensifica.
 
A escravidão moderna tem sido considerada uma epidemia mundial e chamou a atenção de muitos grupos cristãos, entre eles, a Calvary Chapel, que tem se esforçado para mobilizar operações contra estes crimes pelo mundo.
 
A igreja sugere fazer de janeiro, o mês da consciência do Tráfico de Seres Humanos e aponta estatísticas alarmantes sobre tal situação, bem como algumas soluções contra este mal.
 
Tendo entre a maioria de suas vítimas, mulheres e crianças o tráfico de seres humanos só perde em números para o comércio ilegal de drogas. 
 
Porém muitas pessoas ainda não sabem que em tempos de grandes eventos esportivos - Copa do Mundo, Super Bowl, Fórmula 1, Olimpíadas, entre alguns outros - esta atividade criminosa se intensifica ainda mais. A atenção acaba se voltando mais para o espetáculo dos jogos e os olhos se fecham para a triste realidade das vítimas da escravidão moderna.
 
Segundo o site da organização, traficantes de seres humanos já estão atentos à grande movimentação de pessoas que  já está se iniciando em função do SuperBowl (Nova Jersey - EUA).
 
"À medida que se preparam para as festividades do Super Bowl, no dia 2 de fevereiro, há uma triste realidade velada por trás deste evento esportivo icônico: o tráfico sexual humano. Como centenas de milhares de fãs de esportes irão para Nova Jersey e na área circundante, os traficantes se inserem entre eles", relata.
 
Em eventos como estes, a coação de mulheres à prostituição (em muitos casos, menores idade) aumenta significativamente e parmence até por alguns meses.
 
A Calvary Chapel de Fort Lauderdale também está se organizando para operar com ações no Brasil, a partir do mês de junho (durante a Copa do Mundo), com o objetivo de combater a generalização do crime.
 
"Um milhão de estrangeiros irá ao Brasil este ano para a Copa do Mundo. As igrejas do Brasil precisam de ajuda, e nós vamos enviar uma equipe da Calvary Chapel Fort Lauderdale exclusivamente para isso", relata a organização.
 
A organização da igreja destacou ainda que esta é uma oportunidade do "Corpo de Cristo intervir e se reforçar". Entre as ações propostas pelo grupo, estão ideias que vão desde a sensibilização das comunidades de favelas até trabalhos de conscientização nos eventos chamados de Fan Fest, que reunirão milhares de pessoas para assistirem os jogos em telões nas cidades-sede do torneio.
 
Estatísticas
Entre os registros obtidos pela Calvary Chapel sobre o tráfico de seres humanos, estão dados como: 32 bilhões de dólares são arrecadados por criminosos envolvidos com tráfico humano; algo entre 600 e 800 mil vítimas são traficadas no mundo a cada ano; uma faixa de 15 mil cidadãos estrangeiros são traficados para os EUA; os Estados Unidos são maior destino do turismo sexual, com o registro de aproximadamente 2,8 milhões de crianças que fogem para o país, onde um terço é atraído para pornografia e prostituição em 48 horas presente no local
 
Com informações do Christian Post

veja também