Grupo de brasileiros viajou mais de 31 horas para levar donativos a Sendai

Grupo de brasileiros viajou mais de 31 horas para levar donativos a Sendai

Atualizado: Segunda-feira, 21 Março de 2011 as 10:59

Enquanto quem estava no Japão queria distância de Sendai, na província de Miyagi, um grupo de brasileiros contrariou o senso comum. Pegou a estrada e encarou 31 horas de viagem, mesmo com a neve intensa. Tudo para levar um pouco de conforto para quem não sabe mais o que é isso e sobreviveu a maior catástrofe natural do Japão.

Os brasileiros partiram de Gifu, na província de Minokamo. Em Aichi-ken, mais gente se juntou à comitiva. Foram onze pessoas distribuídas em dois ônibus e um caminhão. Os veículos estavam cheios de doações.

Entre os donativos, onze mil litros de água, mantimentos, colchões, travesseiros, fraldas, entre outros itens arrecadados.

O comerciante Heber Iama, de 37 anos, foi o responsável por conseguir boa parte das doações. Ele montou uma campanha e fez um posto de coleta em sua concessionária de carros.

O normal seria viajar por sete horas. Os desvios por causa de estradas fechadas e da neve foram o principal empecilho para o grupo conseguir chegar a seu destino. A viagem começou na segunda-feira, à noite. O grupo chegou a Sendai na manhã de quarta-feira.

O material foi entregue em abrigos da cidade. Para Heber, esses dias vão ficar marcados para sempre:

— O cenário é pior do que o de uma guerra. Quando cheguei em casa, tomei banho de água quente. Nunca pensei que ia agradecer isso — disse Heber.

veja também