Grupo de jovens muçulmanos ataca igreja e casa pastoral

Grupo de jovens muçulmanos ataca igreja e casa pastoral

Atualizado: Terça-feira, 25 Maio de 2010 as 9:40

Grupos de jovens muçulmanos invadiram a propriedade de uma igreja em Kano, estado ao norte da Nigéria na quarta-feira, dia 19 de maio, destruindo dois templos e uma casa pastoral. Um dos edifícios e a casa pastoral foram incendiados no terreno da Igreja evangélica ganhando a todos (ECWA) em Kwasam, enquanto outro edifício era demolido. Cerca de 100 jovens atacaram as propriedades da igreja.

''O problema começou quando alguns jovens cristãos da ECWA se converteram ao islamismo'', conta o pastor Lado Abdul, diretor da congregação em Kano. ''Eles juraram que a ECWA não permaneceria na área, e eles fariam o possível para expulsar os cristãos da região de Kiru''.

Gambo Mato, o pastor cuja casa foi destruída, se abrigou na residência de outro cristão.

Não houve vítimas fatais durante ou mesmo depois do incidente, pois a polícia e o Serviço de Segurança do Estado interferiram, e os governantes e líderes religiosos realizaram uma reunião urgente para controlar possíveis conflitos e estabelecer a segurança.

''Aqui em Kano, ninguém te oferece um terreno para construir uma igreja. As mais antigas estão sendo demolidas por razões que ninguém consegue aceitar. Levamos nossas reclamações a Sarki Kano (emir, líder muçulmano de Kano) Alhaji Ado Bayero, e ele nos garantiu que faria algo a respeito''.

O comissário da polícia do Estado, Mohammed Gana, disse que o ataque aos templos foi incitado por disputas de terra.

''A antiga igreja era feita de barro, e os membros queriam reconstruí-la em alvenaria. Durante o processo houve um desentendimento, mas nos mobilizamos para garantir a ordem'', afirma Gana.

Quatro suspeitos foram presos, e as investigações continuam.

veja também