Guiame na África: Aldeia celebra chegada de escola e igreja em Moçambique

O Guiame, representado pelo pastor Marcos Corrêa, esteve em Moçambique e visitou uma aldeia na cidade de Chimoio.

Fonte: Guiame, Luana NovaesAtualizado: segunda-feira, 8 de novembro de 2021 15:30
Pr. Elias Caetano com crianças do Projeto Abel, em Moçambique. (Foto: Marcos Corrêa/Guiame)
Pr. Elias Caetano com crianças do Projeto Abel, em Moçambique. (Foto: Marcos Corrêa/Guiame)

A realidade de uma pequena aldeia está sendo transformada em Chimoio, na província moçambicana de Manica. Através do Projeto Abel, que faz parte da Missão Mãos Estendidas (MME), um Centro de Acolhimento está sendo construído para atender crianças da região.

O local foi visitado no fim de semana como parte da viagem missionária na África, onde o Portal Guiame está sendo representado por seu diretor, o pastor Marcos Corrêa.

No Centro de Acolhimento, as crianças poderão ter acesso à alimentação, educação e o ensino da Palavra de Deus. Além das instalações que serão usadas no dia a dia, está sendo construída uma igreja, a fim de alcançar todas as pessoas que moram na região.

“O Centro de Acolhimento está sendo construído aqui em Chimoio, mas as instalações que existem já estão em funcionamento”, explica o presidente da MME, o pastor Elias Marcelo Caetano.

“Hoje 30 crianças são atendidas em tempo integral e mais 15 crianças menores são atendidas parcialmente”, acrescentou, em vídeo encaminhado ao Guiame. 

Durante a visita dos pastores brasileiros, foi ainda inaugurado o banheiro, o que irá proporcionar uma melhoria no saneamento básico para a aldeia. Segundo o diretor do Guiame, um banheiro é motivo de celebração.

“Para eles é uma grande festa. É uma região bastante carente que está recebendo as bênçãos de Deus”, disse Marcos Corrêa. “Essa realidade está sendo transformada pela oração e por pessoas que acreditam em aplicar seus valores neste lugar”.

O Projeto Abel é coordenado por Claudio Cezar Soares, secretário-executivo da MME e pastor da Igreja Presbiteriana Renovada de Curitiba. As crianças da aldeia são ensinadas por um líder local, o pastor Timóteo.

Guiame na África: desafios e provisão de Deus

A equipe missionária em visita à África é formada por 4 pastores: Marcos Corrêa (Portal Guiame), Elias Marcelo Caetano (presidente da MME), Saulo Porto (missionário da MME e professor na JOCUM) e Walmir Rodrigues (Igreja Batista no Alto).

A equipe está promovendo o Seminário Bíblico Intensivo, um curso de capacitação da MME para a formação teológica de pastores locais na África. Nestas duas semanas, eles estão ministrando para 300 a 350 pastores de Moçambique, Zimbábue, Malawi e Zâmbia.

Eles ministraram em Moçambique até sexta-feira (5) e seguiram para o Malawi no sábado (6). Mas, devido a problemas na imigração do país, os pastores permaneceram na divisa entre Moçambique e Malawi até esta segunda-feira (8).

No entanto, depois de mais de 8 horas na fronteira, a equipe conseguiu seguir viagem. “Passamos por uma situação muito complicada, onde homens de todas as formas tentaram nos impedir de entrar. Mas se cumpre o propósito de Deus”, disse o pastor Marcos.

A equipe ficará no Malawi até dia 12 de novembro, onde farão mais um seminário para pastores do Malawi e da Zâmbia.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições