Hakani... Sobrevivi!

Hakani... Sobrevivi!

Atualizado: Sexta-feira, 4 Março de 2011 as 4:30

Na penumbra da mata, lampejos de estrelas

Seios desnudos, corpos pintados carmesim…

Nos gestos, as marcas da morte

A carne marcada para o abate, alma ferida

No ocaso do tempo, violencia, solidão

No escuro, o olhar de menina amendrontada

Lágrimas e choros se confundem com o anseio pela vida

Sombras salientam e medo no desenho da maloca

Rostos conhecidos…Meu próprio povo!

Sombras fúnebres na solidão noturna

Sofismas de ancestrais dizimando nossa gente

Cruéis lembranças de mazaru bahi

Jexuwa soprou um pequeno anjo, forte e veloz

Instantes de esperança…irmão coragem!

Olhar de ternura, cumplicidade, afagos

Dias, meses, anos…

Zelo, cuidado…Amor

Grande guerreiro…Bibi meu heroi

Passada a dor da desventura sofrida

Ainda hoje luto pela vida

Agora porém, pela de outros infantes

Que igualmente merecem viver

Nada mais pode ser como antes

Hoje faço ecoar o meu grito

A justiça prevalecerá

Sobreviví! Sou Hakani!

Uma Atini…Suruwahá

Por Wellington Oliveira - Fundador da JOCUM Rio de Janeiro, e pioneiro em Maringá-PR, Wellington Olivera é o atual presidente de Jovens Com Uma Missão no Brasil.

veja também