Igreja evangélica em Portugal acolhe família ucraniana que fugiu da guerra

Mais refugiados chegarão ao país em uma missão da Convenção Batista Portuguesa.

Fonte: Guiame, com informações de Região de LeiriaAtualizado: sexta-feira, 18 de março de 2022 14:14
A família será integrada na comunidade ucraniana que existe na igreja. (Foto: Igreja Evangélica Batista de Leiria).
A família será integrada na comunidade ucraniana que existe na igreja. (Foto: Igreja Evangélica Batista de Leiria).

Uma igreja em Portugal acolheu uma família ucraniana que fugiu da guerra. Os refugiados, que foram resgatados na fronteira da Ucrânia junto com um grupo de 27 pessoas, foram recebidos pela Igreja Evangélica Batista de Leiria, no último sábado (12).

De acordo com uma nota divulgada pela denominação, a família será integrada na comunidade ucraniana que existe na igreja e receberá todo o apoio necessário, na cidade de Leiria.

“A família será alojada junto de uma família que vive na nossa cidade há cerca de 20 anos”, afirmou a igreja.

Uma missão da Convenção Batista Portuguesa está recebendo refugiados da Ucrânia e mais famílias ucranianas chegarão ao país e serão abrigadas em diversas regiões de Portugal.

“Existe uma forte comunidade evangélica ucraniana na cidade de Leiria completamente integrada na igreja Batista de Leiria e na cidade onde vivem e trabalham há muitos anos”, explicou a denominação.

Segundo a ACNUR (Agência da ONU para Refugiados), até 15 de março o número de refugiados da Ucrânia, por causa da guerra provocada pela Rússia, é de 3.063.095.

“A escalada do conflito na Ucrânia causou a destruição da infraestrutura civil e vítimas civis e forçou as pessoas a fugir de suas casas em busca de segurança”, explica a agência.

A fuga da Ucrânia se tornou a maior crise migratória no continente europeu desde a Segunda Guerra Mundial, um desafio para os governos locais, empresas, instituições e igrejas.



Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições