IURD promove ação solidária na Namíbia

IURD promove ação solidária na Namíbia

Atualizado: Terça-feira, 18 Janeiro de 2011 as 9:27

A Namíbia é um país jovem, pois a independência foi alcançada há pouco menos de duas décadas. Ficou conhecida mundialmente pela beleza de parques, safáris e paisagens vastas, contando com uma população de quase 2 milhões de habitantes. Com a economia baseada na extração e processamento de minerais para exportação, o país possui uma das rendas per capita mais altas da África.

Embora a renda da Namíbia seja cinco vezes maior do que a média dos países mais pobres africanos, a maioria do povo vive na pobreza, principalmente por causa do desemprego em grande escala e da má distribuição de renda.

A Igreja Universal do Reino de Deus está no país há 11 anos e conta com 17 templos espalhados pela região, entre eles, uma catedral com capacidade para mil pessoas sentadas. Desde então, a Igreja realiza o trabalho de evangelização no país levando a Palavra de Deus e também apoio social aos necessitados.

Recentemente, voluntários visitaram a comunidade de Babylon, na cidade de Windhoek e distribuíram aproximadamente mil sacolas de alimentos para os moradores da região. Além do sustento físico, eles também ofereceram apoio espiritual, por meio de orações, orientações e distribuição do jornal com informações sobre as reuniões.

Para a dona Fernanda Bezerra, esposa do bispo Celso Junior, responsável pelo trabalho no país, o encontro foi gratificante. "Foi uma honra fazer parte deste dia. O sorriso de alegria nos rostos das pessoas e das crianças, não tem preço. Já era noite quando voltamos do local, felizes e satisfeitos", conta.

Ela ainda faz questão de ressaltar, que todo atendimento prestado à população está baseado no ensinamento do Senhor Jesus, que diz: "Porque tive fome, e deste-me de comer; tive sede, e deste-me de beber; era forasteiro, e me acolhestes; Estava nu, e me vestistes; adoeci, e me visitastes; estava na prisão e fostes ver-me. Então os justos lhe perguntarão: Senhor quando te vimos com fome, e te demos de comer? Ou com sede, e te demos de beber? Quando te vimos forasteiro, e te acolhemos? Ou nu, e te vestimos? Quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos visitar-te? E responder-lhes-à o Rei: Em verdade vos digo que, sempre que o fizestes um destes meus irmãos, mesmos dos mais pequeninos, a mim o fizestes". (Mateus 25.35-40 )

veja também